Histórico do periódico

Em 2008, em assembléia dos associados do GEL, firmou-se, como política editorial da revista, a aceitação somente de artigos decorrentes de trabalhos apresentados no Seminário anterior à publicação do volume da revista, uma vez que a Revista do GEL, outra publicação também mantida pela Associação, é o veículo destinado a acolher outros tipos de trabalhos acadêmicos (artigos, resenhas, entrevistas, notícias) não necessariamente vinculados aos seminários anuais.

Desde 1998, a publicação de artigos na Revista Estudos Linguísticos está condicionada à aprovação de pelo menos dois pareceristas, que são pesquisadores vinculados a várias Universidades do Brasil. Em caso de conflito, o artigo é encaminhado a um terceiro avaliador. Os pareceristas têm acesso somente a uma versão não identificada do artigo submetido à avaliação.