Schneiders, C. M. (2016) “O funcionamento da paráfrase discursiva: constituição do sujeito e dos sentidos na produção do conhecimento dos anos de 1950”, Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), 42(3), p. 997–1011. Disponível em: https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/view/907 (Acessado: 25 julho 2024).