A intertextualidade como argumento de autoridade: o caso da carta-testamento de Getúlio Vargas

Maria Flávia Figueiredo

Resumo


Neste trabalho, contaremos com o arcabouço teórico advindo de duas áreas do conhecimento linguístico: a Retórica e a Linguística Textual. Delas, tomaremos, respectivamente, os conceitos de argumento de autoridade e intertextualidade. Buscaremos demonstrar de que maneira a percepção (consciente ou não) da presença de um intertexto pode exercer sobre o leitor o efeito persuasivo de argumento de autoridade. Para isso, tomamos como corpus a carta-testamento atribuída a Getúlio Vargas e efetuamos uma análise de cunho qualitativo de seus elementos retórico-argumentativos, notadamente do argumento de autoridade. A análise empreendida permitiu, dentre outras constatações, elucidar de que maneira a intertextualidade pode exercer o papel de argumento de autoridade em um discurso.

 


Palavras-chave


argumento de autoridade; intertextualidade; carta-testamento

Texto completo:

PDF

Referências


Almanaque Brasil. Rio de Janeiro: Terceiro Mundo, 1995. p. 52.

ARISTÓTELES. Retórica. Tradução de Manuel Alexandre Júnior, Paulo Farmhouse Alberto e Abel do Nascimento Pena. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012.

BARTHES, R. Verbete “Texte”. Encyclopaedia Universalis, 1974.

BEAUGRAND, R.; DRESSLER, W. U. Einführung in die Textlinguistik. Tübingen: Niemeyer, 1981.

BRETON, P. A argumentação na comunicação. Tradução de Viviane Ribeiro. Bauru: Edusc, 2003.

KOCH, I. G. V. O texto e a construção dos sentidos. 9. ed. São Paulo: Contexto, 2007.

KOCH, I. G. V.; BENTES, A. C.; CAVALCANTE, M. M. Intertextualidade: diálogos possíveis. São Paulo: Cortez, 2007.

KRISTEVA, J. Le texte du roman. La Haye: Mouton, 1970.

PERELMAN, C.; OLBRECHTS-TYTECA, L. Tratado da argumentação: a nova retórica. Tradução de Maria Ermantina de Almeida Prado Galvão. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

REBOUL, O. Introdução à retórica. Tradução de Ivone Castilho Benedetti. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

SAMOYAULT, T. A intertextualidade. Tradução de Sandra Nitrini. São Paulo: Aderaldo & Rothschild, 2008.

SILVA, R. C. Argumentação e modalidade: o discurso da incerteza nas questões do desemprego. In: MOSCA, L do L. S. (Org.). Discurso, argumentação e produção de sentido. São Paulo: Humanitas, 2006. p. 61-81.

SOUZA, R. F. de. Religiosidade no Brasil. Estudos Avançados, São Paulo, v. 27, n.79, p. 285-288, 2013. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2015.

VIGNER, G. Intertextualidade, norma e legibilidade. In: GALVES, C.; ORLANDI, E. P.; OTONI, P. (Org.). O texto: escrita e leitura. Campinas: Pontes, 1988.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)