O comportamento prosódico dos monossílabos no Português arcaico por meio das Cantigas de Santa Maria

Daniel Soares da Costa

Resumo


O objetivo deste trabalho é fazer um estudo sobre o comportamento prosódico dos monossílabos no Português Arcaico. Esta pesquisa tem como base uma metodologia que observa a relação entre proeminências musicais e linguísticas e suas contribuições para a coleta de dados sobre a estrutura prosódica da língua em estudo. Há, no Português Arcaico, monossílabos pesados (tônicos) e monossílabos leves (átonos) com estruturas silábicas diversas. O onset é irrelevante para o peso silábico. Os monossílabos com uma consoante na coda são pesados, a menos que
essa consoante represente um elemento de flexão. Os monossílabos sem nenhuma consoante na coda são normalmente leves, porém, também há nessa língua, monossílabos pesados sem travamento silábico.


Palavras-chave


monossílabos; prosódia; português arcaico; Cantigas de Santa Maria.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)