Sândi vocálico externo nas Cantigas de Santa Maria: ditongação

Ana Carolina Freitas Gentil Almeida Cangemi

Resumo


O presente estudo tem como objetivos principais o mapeamento e a análise da ditongação como um processo de sândi vocálico nas cantigas religiosas galego-portuguesas de Afonso X, o rei Sábio – século XIII. Serão considerados como objeto de estudo os processos que ocorrem através da junção intervocabular de palavras, os quais constituem os processos de elisão, ditongação, crase (cf. MASSINI-CAGLIARI, 2005) e o hiato, para o Português Arcaico. Por meio deste trabalho e a partir de um corpus ainda pouco explorado (sobretudo quanto a temas
linguísticos – cf. SNOW, 1987, p. 478-480; MASSINI-CAGLIARI, 2005, p. 24-26), pretendemos contribuir para o aprofundamento do conhecimento da história da prosódia do português no período de seu reconhecimento como língua “independente” do latim. Dessa forma, a elucidação de algumas características do passado linguístico do português poderá contribuir para esclarecer fatos da sua estrutura atual.


Palavras-chave


Processos de sândi vocálico externo; português arcaico; cantigas medievais galego-portuguesas; Cantigas de Santa Maria.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)