O céu estrelado do Mato Grosso do Sul: ensaio de astrotoponímia

Alessandra Cirrincione

Resumo


Pesquisas de astrotoponímia são consolidadas nas universidades europeias: constelações e galáxias são lugares no espaço sideral e têm nomes próprios, exatamente como os acidentes geográficos do nosso planeta. O presente trabalho é pioneiro no âmbito dos estudos toponímicos no Brasil, porque pela primeira vez o céu estrelado é objeto de investigação. O objetivo principal deste ensaio é o de verificar de que maneira as comunidades linguísticas de MS constroem seu universo antropo-cultural. O corpus em exame é constituído pelas ocorrências resultantes de duas cartas do questionário semântico-lexical do Atlas Linguístico de Mato Grosso do Sul
(ALMS), nomeadamente, QSL 0035.a – três marias e QSL 0036.a – via láctea.


Palavras-chave


astrotoponímia; universo; cultura; comunidades; léxico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)