Construções (coordenadas) adversativas e construções (subordinadas) adverbiais concessivas: pontos de contato e de contraste

Renata Margarido

Resumo


Com base na teoria funcionalista da linguagem, o objetivo deste trabalho é estabelecer uma comparação entre as construções adversativas (com mas) e as construções concessivas (com embora). Os resultados alcançados mostram que, por um lado, os pontos de contato entre essas construções se relacionam especialmente à “lei da preferência” (GARCÍA, 1994); por outro lado, os pontos de contraste entre elas são decorrentes da condição particular de “margem” (LONGACRE, 2007), “satélite” (DIK, 1989; MATTHIESSEN; THOMPSON, 1988), “realce” (HALLIDAY, 2004), “guia” (CHAFE, 1984 apud DECAT, 1993), “fundo” (GIVÓN, 1990) e “tema” (GARCÍA, 1994) das adverbiais concessivas.


Palavras-chave


Teoria Funcionalista da Linguagem; Construções Adversativas; Construções Concessivas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)