Produção de parafasias e paralexias e sua relação com as “Dificuldades de Encontrar Palavras” (Word Finding Difficulties)

Thalita Cristina Souza-Cruz, Diana Michaela Amaral Bocatto

Resumo


Este artigo resulta de duas pesquisas abrigadas pelo Grupo de Estudos da Linguagem no Envelhecimento e nas Patologias (GELEP), desenvolvidas em nível de Doutorado e de Mestrado e visa discutir as dificuldades de encontrar palavras e sua relação com as parafasias e as paralexias. Esses fenômenos linguístico-cognitivos dão visibilidade aos processos de seleção e organização semântico-lexical e estão frequentemente relacionados às afasias. Caracterizam-se como a substituição de uma palavra pretendida por outra, em contextos orais (parafasia) e de leitura (paralexia). Pesquisas desenvolvidas no âmbito da neurolinguística enunciativo-discursiva (NOVAES-PINTO, 2009, 2014; NOVAES-PINTO; SOUZA-CRUZ, 2013; SOUZA-CRUZ, 2014) evidenciam que as trocas semântico-lexicais são recorrentes em enunciados de sujeitos com afasia fluente e não-fluente e estão relacionadas às “Dificuldade de encontrar palavras”.

Palavras-chave


parafasia; paralexia; Dificuldade de Encontrar Palavras (WFD); neurolinguística

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M.; VOLOSHINOV, V. Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec, 2006.

BOCCATO, D. Paralexia: compreendendo o fenômeno a partir de um estudo de caso no contexto das afasias. Projeto (Mestrado em Linguística) – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016 (Em andamento).

CAZAROTTI-PACHECO, M. Contribuições da análise microgenética às pesquisas em neurolinguística. Revista de Estudos Linguísticos, v. 45, n. 2, p. 582-594, 2016.

COUDRY, M. I. H. Diário de Narciso: discurso e afasia. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1988.

DAMICO, J. et al. Qualitative methods in aphasia research: basic issues. Aphasiology,

v. 13, n. 9-11, p. 651-665, 1999.

GÓES, M. C. R. A abordagem microgenética na matriz histórico-cultural: Uma perspectiva para o estudo da constituição da subjetividade. Caderno Cedes, v. 50, p. 9-25, 2000.

JAKOBSON, R. Linguística e Comunicação. São Paulo: Editora Cultrix, 1954.

LURIA, A. R. Pensamento e linguagem: as últimas conferências de Luria. São Paulo: Artes Médicas, 1986.

NOVAES-PINTO, R. C. Indeterminação da linguagem e afasia. Estudos Linguísticos, São Paulo, v. 28, p. 162-167, 1999.

CONGRESSO INTERNACIONAL DA ABRALIN, 6, 2009, João Pessoa. Anais... João Pessoa: UFPB, 2009.

NOVAES-PINTO, R. C.; SOUZA-CRUZ, T. Funcionamento semântico-lexical: discussão crítica com base em dados de situações dialógicas com sujeitos afásicos. Revista de Estudos Linguísticos, v. 41, n. 2, p. 708-722, 2012.

ROJO, R. H. R. Elaborando uma progressão didática de gêneros: aspectos lingüístico-enunciativos envolvidos no agrupamento de gêneros “relatar”. In: Intercâmbio, v. VIII, p. 101-118, 1999.

SOUZA-CRUZ, T. Em briga de marido e mulher ninguém mete... o garfo: Estudo neurolinguístico da produção de parafasias semânticas em sujeitos afásicos. 2013. 100 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2013.

SOUZA-CRUZ, T. A produção de parafasias em sujeitos com afasias fluentes e não fluentes. Estudos Linguísticos, v. 44, n. 2, p. 853-867, 2015.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v46i2.1800

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)