Identidade e variação semânticas do verbo SECAR no português do Brasil

Márcia Romero, Juliana Perez Kiihl

Resumo


Resultado da pesquisa realizada por Kiihl (2016) e Romero (2016), objetiva-se mostrar neste artigo como a identidade semântica verbal se elabora na integração do verbo ao enunciado. A Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas, referencial teórico que fundamenta o quadro analítico-metodológico do trabalho, concebe o sentido verbal como o produto de seu enunciar, o que implica ser a identidade semântica da unidade, quando fora da contextualização que lhe confere o enunciado, da ordem de um esquema operatório invariante, denominado forma esquemática. O estudo, direcionado ao verbo SECAR em PB, delimita o referido esquema por meio da análise de enunciados variados, extraídos de fontes primárias e secundárias, mostrando como ele é o responsável por organizar a variação semântica verbal. 


Palavras-chave


Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas; verbo; identidade e variação semânticas

Texto completo:

PDF

Referências


CULIOLI, A. Pour une linguistique de l’énonciation: formalisation et opérations de répérage, t. 2. Paris: Ophrys, 1999a.

CULIOLI, A. Pour une linguistique de l’énonciation: domaine notionnel, t. 3. Paris: Ophrys, 1999b.

CULIOLI, A. A propos de la notion. In: RIVIÈRE, C.; GROUSSIER, M.-L. La notion. Paris: Ophrys, 1997. p. 9-24.

CULIOLI, A. Pour une linguistique de l’énonciation: opérations et représentations, t. 1. Paris: Ophrys, 1990.

CULIOLI, A.; NORMAND, C. Onze rencontres sur le langage et les langues. Paris: Ophrys, 2005.

DE VOGÜÉ, S. Os princípios organizadores da variedade das construções verbais. ReVEL, v. 9, n. 16, p. 276-315, mar. 2011.

FRANCKEL, J.-J. Introdução. In: DE VOGÜÉ, S. et al. Linguagem e Enunciação: representação, referenciação e regulação. Organização de textos e de tradução por Márcia Romero & Milenne Biasotto-Holmo. São Paulo: Contexto, 2011. p. 15-30.

GARCIA, S. A. Questões de sintaxe sob a ótica enunciativa: contribuições para um ensino reflexivo da categoria verbal. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2014.

KIIHL, J. P. Semântica lexical: reflexões sobre o processo de construção da significação e o desenvolvimento de conceitos. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2016.

ROMERO, M. Variation et conservation linguistiques en portugais: identité sémantique des unités verbales et invariance langagière. Signifiances (Signifying), v. 1, n. 3, p. 183-198, 2017a.

ROMERO, M. Léxico, invariancia y actividad de lenguaje. In: GARCÍA-MOLINS, A. L.; JIMÉNEZ, D. J. (ed.). Enacción y léxico. Valencia: Tirant Humanidades, 2017b. p. 121-142.

ROMERO, M. Léxico e enunciação: sistematização do funcionamento verbal. Relatório Científico ano II, São Paulo, FAPESP (processo 2013/07572-0), 2016.

ROMERO, M.; TRAUZZOLA, V. S. L. Identidade lexical, funcionamento enunciativo e variação semântica para a Teoria das Operações Enunciativas. Calidoscópio, Rio Grande do Sul, v. 12, n. 2, p. 239-248, mai./ago. 2014.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v48i3.2259

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)