Dicionário e locuções: uma proposta bilíngue (português-italiano)

Fábio Henrique de Carvalho Bertonha, Claudia Zavaglia

Resumo


Apoiados em Berruto (1979), Ilari e Geraldi (1985), Tamba-Mecz (2006) e Regueiro Rodríguez (2013), realizamos um tratamento lexicográfico de locuções adverbiais e prepositivas a partir do Dicionário Houaiss: Sinônimos e Antônimos (2011), do qual coletamos 154 itens lexicais etiquetados como “locução” constituídos pelas preposições “a”, “de” e “em”, a fim de analisar sua sinonímia. Delineamos um verbete-modelo que inclui, além dos equivalentes sinonímicos, contextos de uso com o intuito de atestarmos a ocorrência dessas locuções no português brasileiro e no italiano. Nossa proposta lexicográfica parte de um modelo em que o paradigma definicional se constitui de sinônimos que incluem informações de um item sinonímico geral para um específico, seus respectivos equivalentes em italiano e as contextualizações nas duas línguas. Em nossa apresentação, expomos alguns de nossos verbetes preenchidos, além de discuti-los em relação à sua elaboração, da macro à microestrutura.

Palavras-chave


ocuções adverbiais e prepositivas; sinonímia; lexicografia bilíngue; dicionário

Texto completo:

PDF

Referências


BELO, F. Epistemologia do Sentido. Lisboa: Galouste Kulbekian, 1991.

Benedetti, I. C. Dicionário Martins Fontes Italiano-Português. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BERRUTO, G. La semántica. México: Nueva Imagen, 1979.

BIDERMAN, M. T. C. Teoria linguística. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

CINTRA, L.; CUNHA, C. Nova gramática do português contemporâneo. 6. ed. Rio de Janeiro: Lexicon, 2013.

FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário Eletrônico Aurélio versão 7.0. 5. ed. Curitiba: Editora Positivo Informática LTDA, 2010.

HOUAISS, A. Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa versão 1.0. Editora Objetiva, 2009.

ILARI, R.; GERALDI, J. W. Semântica. São Paulo: Ática, 1985.

Instituto Antônio Houaiss. Dicionário Houaiss: sinônimos e antônimos. 3. ed. São Paulo: Publifolha, 2011.

LEECH, G. Principles of Pragmatics. New York: Longman, 1984.

LYONS, J. Semântica. Tradução Wanda Ramos. v. 1. Lisboa: Editorial Presença; Martins Fontes, 1977.

LYONS, J. Introdução à linguística teórica. Tradução Rosa Virgínia Mattos e Silva e Hélio Pimentel. Revisão Isaac Nicolau Salum. São Paulo: Ed. Nacional; Ed. da Universidade de São Paulo, 1979.

MEA, G. Dicionário de português-italiano. 2. ed. Porto: Porto editora, 2003.

PINKER, S. Do que é feito o pensamento: a língua como janela para a natureza humana. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

PITTÀNO, G. Dizionario Fraseologico delle Parole Equivalenti Analoghe e Contrarie. 8. ed. Bologna: Zanichelli, 2013.

Regueiro Rodríguez, M. L. La sinonimia como recurso de acceso léxico en la enseñanza de lenguas. Revista Nebrija de Lingüística Aplicada, v. 13, p. 53-76, 2013.

RIBEIRO, M. G. C. Uma abordagem semântico-discursiva de estruturas nominais em –mente em interações orais dialogadas. 2003. Tese (Doutorado em Linguística) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.

RIZZO, D. (coord.). Dicionário Italiano De Mauro versão 1.0.3.5. Torino: Paravia Bruno Mondadori Editori, 2000. (versão eletrônica).

TAMBA-MECZ, I. A semántica. São Paulo: Parábola, 2006.

TRECCANI. Vocabolario della lingua italiana. Disponível em: http://www.treccani.it/vocabolario/. Acesso em: 04 jul. 2018.

ULLMANN, S. Semântica: uma introdução à ciência do significado. 3. ed. Lisboa: Fundação Caloust Gulbenkian, 1964.

VILELA, M. Estudos em Lexicologia. Coimbra: Almedina, 1994.

ZAVAGLIA, C. Análise da homonímia no português: tratamento semântico com vistas a procedimentos computacionais. 2002. Tese (Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa) - Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Araraquara, 2002.

ZAVAGLIA, C. Sistematização crítica em Lexicografia e Lexicologia. 2009. Tese (Livre-docência em Lexicologia e Lexicografia) – Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São José do Rio Preto, 2009.

ZINGARELLI, N. Vocabolario della Lingua Italiana. 12. ed. Bologna: Zanichelli, 2013.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v48i2.2375

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)