Arquivo, corpos difusos e espaços heterotópicos nas tiras da Laerte

Autores

Palavras-chave:

Corpo. Arquivo. Intericonicidade. Heterotopia. Discurso.

Resumo

Observando transformações do corpo enquanto objeto constituído e atravessado pelos discursos da sexualidade em tiras de cartunistas brasileiros e refletindo acerca dos processos de subjetivação no presente, nosso objetivo geral é analisar a relação corpo-espaço em tirinhas da Laerte, disponibilizadas em seu blog Muriel Total. Para isso, temos como objetivos específicos refletir sobre as categorias de corpo e espaço enquanto complementares; refletir sobre a categoria de arquivo enquanto condição-espaço movente; e analisar cada tirinha enquanto síntese-espelho de uma subjetividade, comentário localizado no devir da teia discursiva e nos limites de resistência da história. Teórica e metodologicamente, desenvolvemos uma pesquisa bibliográfica de arquivo de caráter qualitativo em que teoria e objeto dialogam nos termos de uma cartografia histórica da sexualidade a partir dos estudos arqueogenealógicos de Michel Foucault. Além disso, recorremos aos trabalhos de Courtine e Milanez para refletir sobre o corpo e sobre a produtividade da categoria de intericonicidade, da memória das imagens. Nossas considerações finais delineiam uma relação marcada por uma multiplicidade de aspectos e perspectivas sobre o corpo que especificam um modo particular de interação com o arquivo, no ponto em que o corpo e o espaço se cruzam nas novas tecnologias, em novas formas de ser no mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilson Costa da Silva, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife, Pernambuco, Brasil

Doutorando em Linguística  pelo Programa de Pós-graduação em Letras da UFPE. Bolsista CNPq.

Referências

COURTINE, Jean-Jaques. Discurso, história e arqueologia. In: MILANEZ, N.; GASPAR, N. R. (ed.). A (des)ordem do discurso. São Paulo: Contexto, 2010.

COURTINE, Jean-Jaques. Discurso e imagens: para uma arqueologia do imaginário. In: PIOVEZANI, C.; CURCINO, L.; SARGENTINI, V. (org.) Discurso, semiologia e história. São Paulo: Claraluz, 2011.

COURTINE, Jean-Jaques. Foucault e a história da análise do discurso, olhares e objetos. In: FERNANDES, C. A.; CONTI, A.; MARQUES, W. (org.). Michel Foucault e o discurso: aportes teóricos e metodológicos. Uberlândia: EDUFU, 2013a.

COURTINE, Jean-Jaques. Decifrar o corpo: pensar com Foucault. Rio de Janeiro: Vozes, 2013b.

COUTINHO, Laerte. Hugo para principiantes. São Paulo: Devir, 2005.

COUTINHO, Laerte. Muriel Total. São Paulo, 2014. Disponível em: http://murieltotal.zip.net/. Acesso em: 05 ago. 2020.

COUTINHO, Laerte. Modelo vivo. São Paulo: Barricada, 2016.

COUTINHO, Laerte. O Manual do Minotauro. 2020. Disponível em:

http://manualdominotauro.blogspot.com.br/. Acesso em: 07 ago. 2020.

DELEUZE, G. O que é um dispositivo? In: DELEUZE, G. O mistério de Ariana. Lisboa: Nova Vega, 2015.

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade: O Uso dos Prazeres. 5. ed.

Rio de Janeiro: Edições Graal, 1984. 2 v.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade: O cuidado de si. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1985. 3 v.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade: a vontade de saber. Tradução: Maria Thereza da Costa Albuquerque e J. A. Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988. 1 v.

FOUCAULT, Michel. O sujeito e o poder. In: DREYFUS, H.; RABINOW, P. Michel Foucault: uma trajetória filosófica para além do estruturalismo e da hermenêutica. Tradução: Vera Porto Carrero. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. Tradução: Laura F de A. Simpaio. São Paulo: Edições Loyola, 1999.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Tradução: Luiz Felipe Bata Naves. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

FOUCAULT, Michel. O corpo utópico, as heterotopias. São Paulo: n-1 Edições, 2013.

FOUCAULT, Michel. Ditos e escritos: Genealogia da Ética, Subjetividade e Sexualidade. Tradução: Abner Chiquieri. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014. 9 v.

FOUCAULT, Michel. Histoire de la sexualité: Les Aveux de la chair. Paris: Gallimard, 2018. 4 v.

GOMES FILHO, M. (Homo)sexualidades e Foucault: para o cuidado de si. 1. ed. Curitiba: Appris, 2016.

HENFIL. Fradim. 1-31. ed. São Paulo: Editora Codecri, 1971-1980.

HENFIL. Programa Vox Populi. [Entrevista cedida à] TV Cultura. Publicado pelo canal Kâmera Libre. 2016 [1978]. 1 vídeo (59 min). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=rzPVXdJw77E&feature=youtu.be. Acesso em: 15 ago. 2020.

HENFIL. A volta da Graúna. São Paulo: Geração Editorial, 1993.

LAERTE-SE. Direção: Eliane Brum. Produção: Lygia Barbosa da Silva. [S.l.]: Tru3Lab; Netflix, 2017. 1 vídeo (100 min).

LEVY, P. O que é o virtual? Tradução: Paulo Neves. São Paulo: Editora 34, 1996.

LIPOVETSKY, Gilles; SERROY, Jean. A Estetização do Mundo: viver na era do capitalismo artista. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

LUHMANN, Niklas. A Realidade dos Meios de Comunicação. São Paulo: Paulus, 2005.

MANOVICH, Lev. The Language of New Media. Massachusetts: MIT, 2001.

MAZZOLA, Renan B. Análise do discurso e ciberespaço: heterotopias contemporâneas. Dissertação (Mestrado em Linguística e Língua Portuguesa) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Campus de Araraquara, São Paulo, 2010.

MILANEZ, Nilton. As aventuras do corpo: dos modos de subjetivação às memórias de si em revista impressa. Tese (Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2006.

MILANEZ, Nilton. Intericonicidade: funcionamento discursivo da memória das imagens. Revista Acta Scientiarum. Language and Culture, Maringá, v. 35, n. 4, p. 345-355, 2013.

MILANEZ, Nilton; GASPAR, Nádea Regina (org.). A (des)ordem do discurso. São Paulo: Contexto, 2010.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução: Eni Orlandi et al. 4. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2009.

[Autor]

SILVA, M. Rir das Ditaduras: os dentes de Henfil (Fradim-1971/1980). São Paulo:

Intermeios; USP-Programa de Pós-graduação em História social, 2018.

SODRÉ, Muniz. A Ciência do Comum: notas sobre o método comunicacional. 1. ed. Petropólis: Vozes, 2014.

TREVISAN, J. S. Devassos no paraíso: a homossexualidade no Brasil, da colônia à

atualidade. 4. ed. rev. atual. e amp. Rio de Janeiro: Objetiva, 2018.

Downloads

Publicado

27-12-2021

Como Citar

Silva, G. C. da. (2021). Arquivo, corpos difusos e espaços heterotópicos nas tiras da Laerte. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), 50(3). Recuperado de https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/view/2975

Edição

Seção

Artigos