Concordância verbal na variedade urbana do Rio de Janeiro: um estudo sobre a face fonética do morfema verbal de P6

Autores

Palavras-chave:

fonética, morfossintaxe, concordância verbal, variação linguística

Resumo

Esta pesquisa, provinda de minha Monografia de Conclusão de Curso, objetiva contribuir para os conhecimentos dos padrões de concordância em variedades do Português por meio da interface dos níveis morfossintático e fonético: investiga-se a expressão fônica do morfema verbal de terceira pessoa do plural (P6) na variedade urbana do Rio de Janeiro. A análise, que se concentra nos dados encontrados na amostra brasileira do corpus Concordância, é fundamentada pela Sociolinguística variacionista (WEINREICH; LABOV; HERZOG, 1968). Os resultados estatísticos apontam que a variação é reprimida em ambiente tônico e que, no que diz respeito aos dados átonos, a ausência do sândi e a presença de vogal nasal em contexto posterior favorecem as expressões mais fortes. No nível extralinguístico, assumem essa posição a faixa etária mais jovem, o nível de escolaridade mais alto e a localidade de maior prestígio cultural e socioeconômico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jéssica Rocha, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Aluna de Mestrado em Língua Portuguesa do Programa de Pós-Graduação em Letras Vernáculas da Universidade Federal do Rio de Janeiro,

Referências

BARRETO, F. V. V. A concordância verbal de 3ª pessoa do plural no Português Europeu. 2014. Dissertação (Mestrado em Letras Vernáculas) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014;

CHAVES, R. G. Princípio de Saliência Fônica: isso não soa bem. Letrônica, Porto Alegre, v. 7, n. 2, p. 522-550, 2014.

GUY, G. Linguistic variation in Brazilian Portuguese: aspects of phonology, syntax and language history. Tese de Doutorado – University of Pennsylvania, Pennsylvania, 1981.

LABOV, W. Some sociolinguistic principles. Sociolinguistics: the essential readings (PAULSTON, C. P.; TUCKER, G. R.), p. 235-250. Oxford: Blackwell, 2003.

LEMLE, M.; NARO, J. A. Competências básicas do português [Relatório de pesquisa]. Rio de Janeiro: Fundação Movimento Brasileiro de Alfabetização, 1977.

MONGUILHOTT, I. O. S. Variação na concordância verbal de terceira pessoa do plural na fala dos florianopolitanos. 2001. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.

MONGUILHOTT, I. O. S. Estudo sincrônico e diacrônico da concordância verbal de terceira pessoa do plural no PB e no PE. 2009. Tese (Doutorado em Linguística) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.

NARO, A. J. The social and structural dimensions of a syntatic change. LSA, Language, v. 57, n. 1, p. 63-98, 1981.

NARO A. J.; SCHERRE, M. M. P. Estabilidade e mudança linguística em tempo real: a concordância de número. In: PAIVA, M. C.; DUARTE, M. E. (Org.). Mudança em tempo real. Rio de Janeiro: Contra Capa: FAPERJ, 2003, p. 47-62.

NARO, A. J.; SCHERRE, M. M. P. Fluxos e contrafluxos: movimentos sociolinguísticos da comunidade de fala brasileira. In: MOLLICA, M. C. (Org.). Usos da linguagem e sua relação com a mente humana. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2010, p. 79-90;

SANKOFF, D.; TAGLIAMONTE, S.; SMITH, E. Goldvarb X: a variable rule application for Macintosh and Windows.2005. Disponível em: http://individual.utoronto.ca/tagliamonte/goldvarb.html. Acesso em: 5 out. 2020.

VIEIRA, S. R.; BRANDÃO, S. F.; GOMES, D. K. A expressão fonética de terceira pessoa do plural no Português do Brasil: uma agenda de pesquisa para o tratamento da variável saliência fônica. In: VIEIRA, S. R. (Org.). A concordância verbal em variedades do Português: a interface Fonética-Morfossintaxe. 1. Ed. Rio de Janeiro: Vermelho Marinho - FAPERJ, 2015. v. 1. p. 104-155.

VIEIRA, S. R.; BRANDÃO, S. F. CORPORAPORT: Variedades do Português em análise. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras – UFRJ. Disponível em: http://www.corportaport.letras.ufrj.br. Acesso em: 05 out 2020.

WEINREICH, U.; LABOV, W.; HERZOG, M. I. Fundamentos empíricos para uma teoria da mudança linguística / Trad. de Marcos Bagno. São Paulo: Parábola Editoria, 2006 (1968).

Downloads

Publicado

27-12-2021

Como Citar

Rocha, J. (2021). Concordância verbal na variedade urbana do Rio de Janeiro: um estudo sobre a face fonética do morfema verbal de P6. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), 50(3). Recuperado de https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/view/3035

Edição

Seção

Artigos