As vogais médias pretônicas no noroeste paulista: comparação com outras variedades do Português Brasileiro

Márcia Cristina do Carmo

Resumo


Este trabalho compara as vogais médias pretônicas no dialeto do noroeste paulista e em outras variedades do Português Brasileiro (doravante, PB), a partir de descrições feitas por trabalhos que se fundamentam na Teoria da Variação e Mudança Linguística (LABOV, 1991 [1972]). Para a variedade do noroeste paulista, este trabalho baseia-se no estudo de Carmo (2013), que aponta que essas vogais estão sujeitas ao alçamento vocálico, por meio do qual as médias-altas /e/ e /o/ são realizadas, respectivamente, como as altas [i] e [u], como em p[i] queno e c[u]sturando. De modo geral, a ausência do abaixamento vocálico e a atuação similar da harmonização vocálica faz com que esse dialeto se aproxime dos falares do Sul do Brasil, corroborando a classificação geral proposta por Nascentes (1953 [1922]).


Palavras-chave


Variação linguística; vogais médias pretônicas; alçamento vocálico

Texto completo:

PDF

Referências


ABAURRE-GNERRE, M. B. M. Processos fonológicos segmentais como índices de padrões prosódicos diversos nos estilos formal e casual do português do Brasil. Caderno de Estudos Lingüísticos, Campinas, v. 2, p. 23-44, 1981.

AMORIM, G. S. O comportamento do /e/ e do /o/ pretônicos: um estudo variacionista da língua falada culta do Recife. 2009. 170 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Centro de Artes e Comunicação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.

ARAÚJO, A. A. As vogais médias pretônicas no falar popular de Fortaleza: uma abordagem variacionista. 2007. 152 f. Tese (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007.

BISOL, L. Harmonia vocálica: uma regra variável. 1981. 280 f. Tese (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1981.

BISOL, L. O alçamento da pretônica sem motivação aparente. In: BISOL, L; COLLISCHONN, G. (Org.) Português do Sul do Brasil: variação fonológica. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2009. p. 73-92.

BORTONI, S. M.; GOMES, C. A.; MALVAR, E. A variação das vogais médias pretônicas no português de Brasília: um fenômeno neogramático ou de difusão lexical? Revista Estudos da Linguagem, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 9-30, 1992.

CÂMARA JR., J. M. Estrutura da língua portuguesa. 40. ed. Petrópolis: Vozes, 2007 [1970].

CARMO, M. C. As vogais médias pretônicas dos verbos na fala culta do interior paulista. 2009. 119 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, São José do Rio Preto, 2009.

CARMO, M. C. As vogais médias pretônicas na variedade do interior paulista. 2013. 249 f.Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) – Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, São José do Rio Preto, 2013.

CELIA, G. F. As vogais médias pretônicas na fala culta de Nova Venécia-ES. 2004. 114 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

FARACO, C. A. Lingüística histórica: uma introdução ao estudo da história das línguas. São Paulo: Parábola, 2005, p. 14-90.

FELICE, A. C. G. L. Um estudo variacionista e fonológico sobre o alçamento das vogais médias pretônicas na fala uberlandense. 2012. 148 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Instituto de Letras e Linguística, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2012.

GRAEBIN, G. S. A fala de Formosa/GO: a pronúncia das vogais médias pretônicas. 2008. 243 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Instituto de Letras, Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

LABOV, W. Sociolinguistic Patterns. 11th printing. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1991 [1972].

MOLLICA, M. C. Fundamentação teórica: conceituação e delimitação. In: BRAGA, M. L.; MOLLICA, M. C. (Org.) Introdução à sociolinguística: o tratamento da variação. 4. ed. São Paulo: Contexto, 2013. p. 9-14.

NASCENTES, A. O linguajar carioca. 2. ed. Rio de Janeiro: Simões, 1953 [1922].

PEREIRA, R. C. M. Uma análise variacionista das vogais médias pretônicas. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2010.

SILVA, M. B. As pretônicas no falar baiano: a variedade culta de Salvador. 1989. 371 f. Tese (Doutorado em Língua Portuguesa) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1989.

SILVEIRA, A. A. M. As vogais pretônicas na fala culta do noroeste paulista. 2008. 143 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, São José do Rio Preto, 2008.

VIEGAS, M. C. Alçamento das vogais pretônicas: uma abordagem sociolingüística. 1987. 231 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1987.

WEINREICH, U.; LABOV, W.; HERZOG, M. I. Fundamentos empíricos para uma teoria da mudança lingüística. Tradução de Marcos Bagno. São Paulo: Parábola Editorial, 2006 [1968].


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)