O discurso sobre velhice e as tentativas do capital de tornear suas contradições

Helson Flávio da Silva Sobrinho

Resumo


Este trabalho elege a categoria contradição para compreender a dialética do discurso que se inscreve no movimento de reprodução/transformação de sentidos de velhice na sociedade capitalista. A partir da análise de materialidades discursivas que falam da velhice e tentam reconfigurar determinados sentidos, constatamos o recobrimento de conflitos ideológicos determinantes na conjuntura histórica atual, tais como: crise do capital, crise da previdência e desemprego estrutural. Compreendemos, neste estudo, que o funcionamento do discurso sobre a velhice, na tentativa de tornear as contradições do sistema capitalista, adquire um caráter paradoxal e atua, contraditoriamente, na interpelação do sujeito, reproduzindo uma discursividade repleta das “melhores intenções”, ou seja, de “comunicar” e, ao mesmo tempo, “não comunicar” aos sujeitos da “melhor idade”.


Palavras-chave


Discurso; velhice; contradição

Texto completo:

PDF

Referências


BEAUVOIR, Simone. A velhice. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. São Paulo: Boitempo, 2004.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Petrópolis: Vozes, 1996.

ORLANDI, Eni Pulcinelli.Discurso e leitura. São Paulo: Cortez, 2000.

ORLANDI, Eni Pulcinelli.Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas, SP: Pontes, 2001.

ORLANDI, Eni Pulcinelli.As formas do silêncio no movimento dos sentidos. 5. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2002.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso. Campinas: Unicamp, 1997.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. 3. ed. Campinas, SP: Pontes, 2002.

PÊCHEUX, Michel. deologia – Aprisionamento ou Campo Paradoxal. In: ORLANDI, Eni Pulcinelli (Org.) Análise de discurso: Michel Pêcheux. 2. ed. Campinas: Pontes, 2011a.

PÊCHEUX, Michel. Ideologia – Sobre os Contextos Epistemológicos da Análise de Discurso. In: ORLANDI, Eni Pulcinelli (Org.) Análise de discurso: Michel Pêcheux. 2. ed. Campinas, SP: Pontes, 2011b. 7 Cf. site: . Acesso em: jun. 2012.

PÊCHEUX, Michel; FUCHS, C. A propósito da análise automática do discurso: atualização e perspectivas (1975). In: GADET, F.; HAK, T. (Org.). Por uma análise automática do discurso. Uma introdução à obra de Michel Pêcheux. 3. ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1997.

PEIXOTO, Clarice. Entre o estigma e a compaixão e os termos classificatórios: velho, velhote, idoso, terceira idade. In: MORAES, Myriam; BARROS, Lins de (Org.). Velhice ou terceira idade? Estudos antropológicos sobre identidades, memória e política. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 1998.

SILVA SOBRINHO, Helson. Discurso, velhice e classes sociais: a dinâmica contraditória do dizer agitando as filiações de sentidos na processualidade histórica. Maceió: Edufal, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)