Os sentidos de metrópole: saber urbano e jornalismo

José Horta Nunes

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar, com base na análise de discurso, a configuração de quatro imagens de cidade ligadas à noção de metrópole, a saber: “região metropolitana”, “cidade região”, “centro histórico” e “capital cultural”. Cada uma dessas imagens citadinas se sustenta em discursos específicos, que objetivamos mostrar. Consideramos na análise: a) as metáforas citadinas constituídas nos discursos; b) a significação dos espaços urbanos; c) a relação com os saberes e com as instituições que sustentam as interpretações em cada caso; d) a temporalidade na configuração de imagens da cidade. Tem-se em vista também mostrar de que modo a circulação de saberes urbanos se relaciona com o discurso jornalístico.


Palavras-chave


análise de discurso; metrópole; discurso jornalístico

Texto completo:

PDF

Referências


AUTHIER-REVUZ, J. Palavras Incertas: as não-coincidências do dizer. Campinas: Editora da Unicamp, 1998.

DUPLANDIER, U. Marselha usa ano como capital cultural para construir nova imagem.UOL Notícias, São Paulo, 28 dez. 2012. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2013.

EUROMEDITERRANÉ. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2013.

GUEVANE, E. Relatório da ONU diz que São Paulo pode ser chamada de “cidade região”. UOL Notícias, São Paulo, 14 fev. 2013. Disponível em . Acesso em: 21 jun. 2013.

GUIMARÃES, E.; ORLANDI, E. (Org.). Institucionalização dos Estudos da linguagem: a disciplinarização das idéias lingüísticas. Campinas: Pontes Editores, 2002.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2013.

JANNUZZI, P. de M.; GRACIOSO, L. de S. Produção e disseminação da informação estatística: agências estaduais no Brasil. São Paulo Perspec. [online], v. 16, n. 3, p. 91-103, 2002.

MARIANI, B. O PCB e a imprensa. Rio de Janeiro: Revan; Campinas: Editora da Unicamp, 1998.

MEDRANO, P. E. Lojas centenárias no coração de uma metrópole. O Estado de S. Paulo, São Paulo, Notícias/Cultura, s.p., 14 ago. 2012. Disponível em: . Acesso em: maio 2013.

NUNES, J. H. A Enciclopédia Discursiva da Cidade. Campinas: RG, 2012. p. 159-175.

ONU-HABITAT. Estado de las Ciudades de América Latina y el Caribe . S.l.: ONU-Habitat, ago. 2012. Disponível em: < http://www.onuhabitat.org/index.php?option=com_docman&task=doc_view&gid=816&tmpl=component&format=raw&Itemid=538 . Acesso em: 21 jun. 2013.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2013.

ORLANDI, E. P. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. Campinas: Editora da Unicamp, 1992.

ORLANDI, E. P. A cidade dos sentidos. Campinas: Pontes Editores, 2004.

ORLANDI, E. P. (Org.). Cidade atravessada: os sentidos públicos no espaço urbano. Campinas: Pontes Editores, 2001.

ORLANDI, E. P. (Org.). Para uma enciclopédia da cidade. Campinas: Pontes/Labeurb-Unicamp, 2003.

PÊCHEUX, M. Análise de discurso. Textos organizados por E. Orlandi. Campinas: Pontes Editores, 2011.

RODRÍGUEZ-ALCALÁ, C. Entre o Espaço e seus Habitantes: Notas sobre a Construção do Glossário Discursivo da Cidade. In: ORLANDI, E. P. (Org.). Para uma Enciclopédia Discursiva da Cidade. Campinas: Pontes, 2003. p. 65-84.

ROSSI, A. São Paulo é a metrópole com mais migrantes. O Estado de S.Paulo, São Paulo, 22 set. 2012. Notícias, s.p. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)