O discurso no discurso: as palavras de Simone de Beauvoir reportadas em enunciados publicitários

Maria Elizabeth da Silva Queijo

Resumo


O objetivo central deste trabalho é verificar, de um ponto de vista dialógico de linguagem, como o discurso de outrem, ao ser retomado em um novo discurso, mantém ao menos vestígios de sua origem, sendo, ao mesmo tempo, recoberto por acentuações ideológicas díspares. O corpus selecionado constitui-se de dois enunciados publicitários. Em ambos, as palavras de Simone de Beauvoir são reportadas através do uso de aspas. Para tratar da questão, foram mobilizados pressupostos discutidos pelos autores do Círculo de Bakhtin, bem como a discussão proposta por Authier-Revuz e a noção de memória do objeto, de acordo com as contribuições da pesquisadora Marília Amorim.


Palavras-chave


discurso citado; dialogismo; enunciados publicitários.

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM, M. Memória do objeto – uma transposição bakhtiniana e algumas questões para a educação. Bakhtiniana, São Paulo, v.01, n.01, p. 08-22, jan.-jun. 2009. Disponível em: . Acesso em: 28 jun. 2015.

AMORIM, M. Linguagem e memória como forma de poder e resistência. Bakhtiniana, São Paulo, v.07, n.02, p. 19-37, jul.-dez. 2012. Disponível em: . Acesso em: 09 mai. 2015.

AUTHIER-REVUZ, J. Heterogeneidade(s) enunciativa(s). Tradução de C. Cruz e J. W. Geraldi. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, v.19, p. 25-42, jul.-dez. 1990. Disponível em: . Acesso em: 30 mai. 2015.

BAKHTIN, M./VOLOCHÍNOV, V. N. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico da linguagem. Tradução de M. Lahud e Y. F. Vieira. 14. ed. São Paulo: Hucitec, 2010.

BAKHTIN, M. Problemas da poética de Dostoiévski. Tradução de P. Bezerra. 5. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

BAKHTIN, M. Apontamentos de 1970-1971. In: ______. Estética da Criação Verbal. Tradução de P. Bezerra. 6. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011a.

BAKHTIN, M. O problema do texto na linguística, na filologia e em outras ciências humanas. In: ______. Estética da Criação Verbal. Tradução de P. Bezerra. 6. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011b.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: ______. Estética da Criação Verbal. Tradução de P. Bezerra. 6. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011c.

BAKHTIN, M. Os estudos literários hoje. In: ______. Estética da Criação Verbal. Tradução de P. Bezerra. 6. ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2011d.

BEAUVOIR, S. A força das coisas. Tradução de M. H. F. Martins. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009a.

BEAUVOIR, S. O segundo sexo. Tradução de S. Millet. 14. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009b.

BRAIT, B. Alteridade, dialogismo, heterogeneidade: nem sempre o outro é o mesmo. In: BRAIT, B. (Org.). Estudos enunciativos no Brasil: histórias e perspectivas. Campinas: Pontes, 2001. p. 07-25.

BRANDÃO, H. N. Enunciação e construção do sentido In: FIGARO, R. (Org.). Comunicação e Análise do Discurso. 1. ed. São Paulo: Contexto, 2013.

BUBNOVA, T. O que poderia significar o “Grande Tempo”? Tradução de B. Lopes-Dugnani. Bakhtiniana, São Paulo, v.10, n.02, p. 05-16, mai.-ago. 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2015.

CHAPERON, S. Auê sobre O Segundo Sexo. Cadernos Pagu, Campinas, n. 12, p. 37-53, 1999. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2015.

CHARAUDEAU, P.; MAINGUENEAU, D. Dicionário de análise do discurso. Tradução de F. Komesu. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2014.

CUNHA, C.; CINTRA, L. Gramática do português contemporâneo. 6. ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2013.

DUFOUR, D.-R. O Divino Mercado: a revolução cultural liberal. Tradução de P. Abreu. Rio de Janeiro: Companhia de Freud, 2008.

FIORIN, J. L. O romance e a representação da heterogeneidade constitutiva. In: FARACO, C. A.; TEZZA, C.; CASTRO, G. (Org.). Diálogos com Bakhtin. 4. ed. Curitiba: Editora UFPR, 2007.

GARCIA, M. A. Simone de Beauvoir e a política. Cadernos Pagu, Campinas, n. 12, p. 79-91, 1999. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2015.

HARVEY, D. O neoliberalismo: história e implicações. Tradução de A. U. Sobral e M. S. Gonçalves. 5. ed. São Paulo: Loyola, 2014.

MIGUEL, L. F. O feminismo e a política. In: MIGUEL, L. F.; BIROLI, F. (Orgs). Feminismo e política: uma introdução. São Paulo: Boitempo, 2014.

SAFFIOTI, H. I. B. Primórdios do conceito de gênero. Cadernos Pagu, Campinas, n. 12, p. 157-163, 1999. Disponível em: . Acesso em: 16 mar. 2015.

VOLOCHÍNOV, V. N. A construção da enunciação e outros ensaios. São Carlos: Pedro e João Editores, 2013.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v45i3.791

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)