A negligência e a preguiça dos naturais no governo do Morgado de Mateus – aspectos discursivos e ideológicos veiculados em um ofício ascendente

Renata Ferreira Munhoz

Resumo


Este artigo analisa o discurso formulado pelo Morgado de Mateus, governador e capitão-general da capitania de São Paulo, sobre os modos de vida e costumes dos habitantes de sua área de governo. Tal discurso, contido em um ofício enviado a seus superiores em Portugal, contém marcas de cunho avaliativo, a partir das quais se vislumbram aspectos semânticos que revelam padrões ideológicos e intersubjetivos próprios do período setecentista. Com base no tratamento filológico de edição textual, realiza-se a análise discursiva a partir do viés teórico e metodológico da Teoria da Avaliatividade formulada por Martin e White (2005). Revela-se, desse modo, a esfera semântica de um texto administrativo aparentemente protocolar, mas que retrata de forma bastante expressiva a negligência e a preguiça dos habitantes da capitania de São Paulo.


Palavras-chave


Filologia; Análise do Discurso; Teoria da Avaliatividade.

Texto completo:

PDF

Referências


ARRUDA, J. J. de A. (coord.). Documentos manuscritos avulsos da Capitania de São Paulo – Catálogo 2 (1618 – 1823) – Mendes Gouveia. São Paulo: EDUSC, 2002. 804 p.

AZUAGA, L. (Org.). Relatos de Viagens: Representações e Codificações Linguísticas de Portugal no Século XIX. v. II. Lisboa: Centro de Estudos Anglísticos da Universidade de Lisboa, 2003. 168 p.

CAMBRAIA, C. N.; CUNHA, A. G. da; MEGALE, H. A Carta de Pero Vaz de Caminha. São Paulo: Série Diachronica 1, Humanitas, 2001. 89 p.

MARTIN, J.; WHITE, P. The language of evaluation: Appraisal in English. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2005. 256 p.

TAUNAY, A. E. Assuntos de três séculos coloniais (1598-1790). In: Anais do Museu Paulista. Tomo duodécimo. São Paulo: USP, 1945. 181 p.

VAN DIJK, T. A. Discurso e Poder. VAN DIJK, T. A.; HOFFNAGEL, J.; FALCONE, K. (org.). 2. ed. 1ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2012. 281 p.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v45i2.813

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)