Aspectos do funcionamento de estar em espanhol e em português brasileiro

Telma Aparecida Félix da Matta Ccori

Resumo


O presente artigo consiste na apresentação de tópicos necessários ao desenvolvimento de um estudo comparativo entre os verbos copulativos ser e estar do espanhol e do português brasileiro. Nos detemos em contrastes entre os funcionamentos de “estar” em cada uma das línguas, sobretudo em contrastes de natureza semântica.


Palavras-chave


verbos copulativos, espanhol, português brasileiro

Texto completo:

PDF

Referências


BATLLORI, M.; ROCA. F. Gramaticalisation of Ser and Estar in Romance. In: JONAS, D. (Ed.). Gramatical Change: Origins, Nature, Outcomes. Oxford: Oxford University Press, 2011. p 73-92.

CAMACHO, J. Ser and Estar: the individual stage level distinction and aspectual predication. In the Handbook of Hispanic Linguistics, Oxford, Blackwell Publishing, 2012. p. 453-475.

CCORI, T. A. M. F. Estar con/estar com: aspectos da posse e relações adjacentes. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofi a, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

DE MIGUEL, E. El aspecto léxico. In: BOSQUE, O.; DEMONTE, V. (Org.). Gramática descriptiva de la lengua española, Tomo II . Madrid: Espasa, 1999. p. 2977-3060.

HOYOS, B. L. F. Ser e Estar: estudo contrastivo espanhol-português. Alfa, São Paulo, n. 24, p. 93-107, 1980.

ILARI, R. et al. Resenha: Ser and estar in brazilian portuguese, with particular rreference to child language acquisition. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, n. 16, p. 165-174, 1989.

LEBORANS, M. La predicación: las oraciones copulativas. In: BOSQUE, O; DEMONTE, V. (Org.). Gramática Descriptiva de la Lengua Española. Tomo I. Madrid: Espasa, 1999. p. 2357-2460.

LEMOS, C. Ser and Estar in Brazilian Portuguese, with particular reference to child language acquisition. Tüunbingen: Gunter Narr Verlag, 1987.

PARSONS, T. Events in the Semantics of English: a study in Subatomic Semantics. Massachusetts: MIT Press, 1990.

VENDLER, Z. Linguistics and philosophy. Cornell University Press: Ithaca, 1967.

WACHOWICZ, T. As leituras aspectuais da forma do progressivo do Português Brasileiro. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofi a, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)