World Trade Center no discurso da mídia: a (des)construção identitária islâmica e norte-americana em Veja e Caros Amigos

Rosemeire de Jesus Ferrarezi Becari, Silvane de Freitas

Resumo


Este artigo procura examinar os discursos da mídia impressa (Veja e Caros Amigos) e do excluído socialmente (o islâmico), no intuito de problematizar as discursivizações sobre a construção das identidades do sujeito contemporâneo, a partir de diferentes formações discursivas, no bojo das relações de poder. Dessa maneira, o acontecimento discursivo do World Trade Center narrado pela mídia jornalística escrita é o ponto inicial das investigações deste artigo. Interessam-nos as produções sociais de sentidos dos discursos midiáticos, associadas às representações sociais ou aos modelos identitários revelados no gênero reportagem, observando como os diferentes sentidos são instaurados pela mídia sobre o acontecimento discursivo do World Trade Center, ocorrido no dia 11 de setembro em 2001, nos Estados Unidos da América (EUA). Trata-se de uma pesquisa de cunho multidisciplinar, ancorada no método arqueogenealógico foucaultiano.


Palavras-chave


discurso midiático; ideologia; islâmico; norte-americano; silenciamento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)