Lei “Maria da Penha”: uma nova forma de vida da mulher brasileira?

Cleides Maria Silva Prestes, Edna Maria Fernandes dos Santos Nascimento

Resumo


Este artigo propõe uma análise da Lei n. 11340, de 7 de agosto de 2006, conhecida como Lei “Maria da Penha”. Para isso, valemo-nos de orientações teóricas da Semiótica francesa, principalmente dos estudos de Algirdas Julien Greimas e desdobramentos nas recentes pesquisas de Jacques Fontanille, Claude Zilberberg e Eric Landowski, no tocante a formas de vida. Nesse sentido, verificamos se a citada lei constitui uma nova forma de vida da mulher brasileira.

Palavras-chave


lei; mulher brasileira; formas de vida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)