O Acordo Ortográfico aplicado aos grafos e aos dicionários do Unitex

Nathalia Perussi Calcia

Resumo


O Acordo Ortográfico de 1990 propõe unificar a ortografica das línguas dos países membros da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa), ou seja, Brasil, Portugal, Angola, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Guiné Bissau e Moçambique. Devido a isso, uma parte do léxico do português sofreu modifi cações e por isso necessita de uma revisão e adequação às novas regras. O presente trabalho se inscreve nos esforços para a constituição de ferramentas de PLN (Processamento de Linguagem Natural) mais aprimoradas, como o Unitex, um software desenvolvido pela equipe de Linguística e Informática da Université Paris-Est Marne-la-Vallée (PAUMIER, 2002), que permite, entre outras funcionalidades, a busca por expressões regulares em grandes corpora. Esse software se caracteriza por possuir dicionários eletrônicos de grande cobertura incorporados, que quando construídos, precisam ser constantemente revisados.


Palavras-chave


Acordo Ortográfi co; Ortografia; Linguística Computacional

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, G. M. B.; FERREIRA, J. P.; CORREIA, M.; OLIVEIRA, G. M. Vocabulário Ortográfico Comum (VOC): constituição de uma base lexical para a língua portuguesa. Estudos Linguísticos, São Paulo, n. 42, v. 1, p. 204-215, 2013.

BRASIL. Decreto n. 12.605, de 3 de abril de 2012. Determina o emprego obrigatório da flexão de gênero para nomear profi ssão ou grau em diplomas. Disponível em: Acesso em: 20 ago. 2013.

CALCIA, N. P.; CARNEIRO, A. S.; RUFO, A. Revisão dos modelos de fl exão do unitex: passos iniciais. In: SEMINÁRIO DO GEL, 59, 2011, Programação... Bauru (SP): GEL, 2011.

Disponível em: Acesso em: 4 abr. 2013.

DIAS-DA-SILVA, B. C.; MONTILHA, G.; RINO, L. H. M.; SPECIA, L.; NUNES, M. G. V.; OLIVEIRA JR., O. N.; MARTINS, R. T.; PARDO, T. A. S. Introdução ao Processamento das Línguas Naturais e Algumas Aplicações. Série de Relatórios Técnicos do NILC, NILC-TR-07-10. São Carlos-SP, Agosto, 2006. 121p

JESUS, M.A.C.; NUNES, M.G.V. Representação de léxicos através de autômatos finitos. Relatórios Técnicos do ICMC-USP, 110 (NILC-TR-00-5). 2000.

KUCINSKAS, A. B.; VALE, O. A. Revisão dos modelos de fl exão verbal do Unitex-PB. Relatório Técnico, 2014 (no prelo).

MUNIZ, M. C. M. A construção de recursos lingüístico-computacionais para o português do Brasil: o projeto de Unitex-PB. 72f. 2004. Dissertação (Mestrado) – Instituto de Ciências Matemáticas de São Carlos, USP, 2004

PAUMIER, S. Unitex 3.0 User Manual. Université Paris-Est Marne-La-Vallée, 2002. Disponível em: < http://www-igm.univ-mlv.fr/~unitex/UnitexManual3.0.pdf> Acesso em: 4 mar. 2013.

SILBERZTEIN, M. Le dictionnaire électronique des mots composés, langue française. Dictionnaires électroniques du français, n. 87, p. 71-83, 1990.

VALE, O. V. Dictionnaire électronique des conjugaisons des verbes du portugais du Brésil. Rapport Technique du LADL n 27, Paris: Université Paris 7, 1990.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)