Acontecimento, paixões e formas de vida em “O zelador”, de Menalton Braff

Flavia Karla Ribeiro Santos, Vera Lucia Rodella Abriata

Resumo


Este artigo analisa o conto “O zelador”, de Menalton Braff, com base no referencial teórico da semiótica francesa. O texto relata a trajetória de um homem solitário que trabalha como zelador de vilas mal conservadas e inóspitas e almeja uma promoção que o levaria a ascender a uma outra classe social, a classe C. Ele mata o cão Ego, seu amigo e companheiro, por suspeitar que este entrara em sua casa e roubara a carne da geladeira, acontecimento que o privaria de alcançar a promoção almejada. Nosso objetivo é analisar o modo como se manifestam no texto a cólera e a vingança, paixões resultantes de um acontecimento que irrompe na narrativa, ocasionado pela forma de vida da submissão aos regulamentos, assumida pelo zelador. Por outro lado, considerando o nome do cão, Ego, observamos o modo como o enunciador dialoga com o discurso freudiano.


Palavras-chave


Semiótica francesa; acontecimento; paixão; forma de vida; diálogo

Texto completo:

PDF

Referências


BERTRAND, D. Caminhos da semiótica literária. Bauru: EDUSC, 2003.

BRAFF, M. A coleira no pescoço: contos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

DITCHE, E. R; FONTANILLE, J.; LOMBARDO, P. Dictionnaire des passions littéraires. França: Belin, 2005.

FONTANILLE. J. Les formes de vie. Recherches sémiotiques. Semiotic Inquiry, Montreal, v. 13, p. 5-12, 1993.

FONTANILLE. J. Colère. In: DITCHE, E. R.; FONTANILLE, J.; LOMBARDO, P. Dictionnaire des passions littéraires. França: Belin, 2005.

FREUD, S. (1923-1925). O ego e o id. Tradução de Jayme Salomão. Rio de Janeiro: Imago, 1980. (Edição Standard Brasileira das Obras Completas, v. 19).

GARCIA-ROZA, L. A. Freud e o inconsciente. 18. ed. Rio de Janeiro: Jorge Cahar Editor, 2001.

GREIMAS, A. J. Du Sens II – Essais sémiotiques. Paris: Êditions du Seuil, 1983.

GREIMAS, A. J.. Le beau geste. Recherches sémiotiques. Semiotic Inquiry, Montreal, v. 13, p. 21-35, 1993.

GREIMAS, A. J.; FONTANILLE, J. Semiótica das paixões. Dos estados de coisas aos estados de alma. Tradução de Maria José Rodrigues Coracini. São Paulo: Ática, 1993.

HOUAISS. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

ZILBERBERG, C. Louvando o acontecimento. Tradução de Maria Lucia Vissotto Paiva Diniz. Revista Galáxia. São Paulo, n. 13, p. 12-28, 2007.

ZILBERBERG, C. Elementos de semiótica tensiva. Tradução de Ivan Carlos Lopes, Luiz Tatit e Waldir Beividas. São Paulo: Ateliê Editorial, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)