O léxico e seu uso em textos de alunos de língua estrangeira: um estudo descritivo pautado na Linguística de Corpus como subsídio para o ensino

Celso Fernando Rocha

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar os resultados parciais de um levantamento lexical de redações de aprendizes de língua espanhola de um curso de licenciatura em Letras. Procuramos descrever o uso e o contexto nos quais duas formas verbais ocorrem. Mais especificamente, recorremos à Linguística de Corpus para compilar dois corpora compostos de textos descritivos e argumentativos e observar o emprego dos verbos haber e tener, conjugados na terceira pessoa do singular. Com relação aos passos metodológicos adotados, foram coletadas 250 redações de alunos do primeiro e segundo anos do referido curso. O programa WordSmith Tools foi utilizado para extração das listas de palavras e concordância. Verificou-se que as formas verbais hay e tiene foram as mais empregadas, e, em alguns casos, seus usos não corresponderam ao prescrito pela gramática tradicional espanhola e ao apresentando em um corpus de espanhol. Cabe mencionar que os resultados desse levantamento foram levados à sala de aula e serviram de subsídio para a reflexão sobre a produção textual dos discentes.

Palavras-chave


Linguística Aplicada; Linguística de Corpus; corpus de aprendizes de espanhol; léxico e ensino.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)