Balanço crítico da Sociolinguística Variacionista no estado de São Paulo e a proposição de uma frente programática de investigação

Sebastião Carlos Leite Gonçalves

Resumo


Neste trabalho, tenho por objetivo promover um balanço crítico da pesquisa sociolinguística no estado de São Paulo. Para tanto, reúno informações sobre a produção científica nessa área e mostro que seu desenvolvimento recente no estado de São Paulo ainda não permite compor uma fotografia sociolinguística das variedades paulistas do português brasileiro. Tomando por base aspectos da fala caipira descritos por Amadeu Amaral no início do século XX, apresento resultados de pesquisas variacionistas empreendidas com amostras de fala do interior paulista e proponho o reconhecimento de uma frente programática de pesquisa tal como disponível em Amaral (1976 [1920]), como meio para fazer avançar o conhecimento linguístico não só das variedades paulistas, mas do português brasileiro de um modo geral.

Palavras-chave


sociolinguística variacionista; dialeto caipira; português brasileiro.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)