Práticas identitárias de professores e alunos da Unidade Educacional de Internação-MS (UNEI): (des)construindo identidade(s)

Celina Aparecida Garcia de Souza Nascimento, Lais Moretti Carneiro, Thiago José Bot Bonfim

Resumo


Objetiva-se neste artigo descrever as representações que professores e alunos fazem de si, do outro e do processo ensino/aprendizagem na UNEI de Três Lagoas-MS. Trata-se de uma pesquisa de campo de cunho qualitativo, uma vez que adotamos como procedimentos para coleta a entrevista, tendo como perspectiva teórica conceitos da Análise do Discurso Francesa, que se insere no entrecruzamento da Linguística e das Ciências Sociais imbricando história, ideologia e sujeito professor-aluno, a partir de Coracini (2003a), Orlandi (1992) e para as questões de saber-poder (FOUCAULT, 1999, 2004). Alguns resultados parciais indicam que o professor e o aluno-interno estão em constante movimento, formados por uma multiplicidade de discursos que se constroem pela dispersão, pela diferença na relação que se estabelece com o outro.


Palavras-chave


análise do discurso; professores; adolescentes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)