Um olhar semiótico sobre as figuras de comunhão: o intertexto como um mecanismo narrativo

Márcia Regina Curado Pereira Mariano

Resumo


Neste trabalho damos continuidade às reflexões iniciadas durante a elaboração de
nossa tese e repensamos as figuras de argumentação e retórica à luz da Semiótica Narrativa e Discursiva de Greimas. Tomamos como ponto de partida a tipologia proposta por Perelman e Olbrechts-Tyteca e classificamos as estratégias argumentativas em narrativas e discursivas, observando não apenas seus efeitos de sentido no discurso mas suas funções na construção da significação dos textos. A citação e outras formas de intertextualidade foram os mecanismos escolhidos para ilustrar as funções narrativas da argumentação.


Palavras-chave


figuras de argumentação e retórica; intertextualidade; Semiótica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)