O discurso de posse de Xanana Gusmão: uma análise semiótica do discurso

Roberta Gonçalves de Sousa Miranda

Resumo


À luz dos princípios da semiótica greimasiana, este artigo analisa o discurso de posse de Kay Rala Xanana Gusmão, proferido em Dili, em 20 de maio de 2002, na cerimônia que assinalou a consagração do país como a “República Democrática de Timor-Leste”, depois do período de dominação indonésia (1974-1999) e da fase de administração transitória das Nações Unidas (1999-2002). Este trabalho pretende detectar marcas que apontem a intencionalidade e o compromisso do então Presidente da República e elementos reveladores do contexto sócio- histórico vivenciado pelo povo leste-timorense. A análise desenvolvida neste trabalho é baseada na teoria semiótica de Barros (2007) e Greimas (2008) e nos estudos sobre os elementos da análise do discurso de Fiorin (2008).


Palavras-chave


Análise do discurso; intencionalidade; contexto lusófono; Timor-Leste.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)