A escrita de caso na clínica de linguagem

Silvana Perottino

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir em que medida um relato de caso pode dar visibilidade a um processo terapêutico no qual o clínico/investigador, precisamente o seu saber teórico, vem a mudar. O relato do acompanhamento fonoaudiológico de um menino dos três aos sete anos de idade suscitou uma reflexão sobre a questão da interpretação do clínico. Este último, por se encontrar submetido às leis de funcionamento da linguagem, atribuiu intenções e sentido às manifestações da criança. Nesse sentido, o corpo teórico do clínico pôde ser considerado vinculado a duas perspectivas, uma em aquisição da linguagem, o interacionismo, e outra na clínica de linguagem. São elas que permitem uma contraposição àquelas que procuram indícios do conhecimento de categorias da língua ou de funções comunicativas na fala/gesto da criança.


Palavras-chave


aquisição da linguagem; clínica de linguagem; atrasos de linguagem; interpretação; escrita de caso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)