Fake news: uma investigação discursiva

Gabriel Reis Moraes Machiaveli

Resumo


O presente trabalho pretende investigar as notícias falsas, as fake news (ALCOTT; GENTZKOW, 2017) enquanto formas intensificadoras da polêmica (AMOSSY, 2017) e busca compreender como essas notícias usufruem de modalidades argumentativas para atingir o emocional das pessoas, como a indignação, a raiva, e o confronto; captando e gerando em seu interlocutor um aspecto de credibilidade (CHARAUDEAU, 2007; 2015a; 2015b). Notamos que estas notícias são fabricadas para despertar crenças, ideologias, doutrinas, com caráter de verossimilhança com os fatos reais. São objetos de análise duas postagens sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), que nos revelaram um jogo polêmico entre modalidades: a dicotomização entre bem e mal; argumentos falaciosos contra o outro; e a polarização.

Palavras-chave


fake news, polêmica, notícias falsas, discurso

Texto completo:

PDF

Referências


ALCOTT, H.; GENTZKOW, M. Social media and fake news in the 2016 election. Journal of economic perspectives, v. 31, n. 2, p. 211-236, 2017.

AMOSSY, R. Apologia da polêmica. Tradução Monica Magalhães Cavalcante. São Paulo: Contexto, 2017.

AUTHIER-REVUZ, J. Entre a transparência e a opacidade: um estudo enunciativo. Revisão técnica da tradução Leci Borges Barbisan e Valdir do Nascimento Flores. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004.

BOBBIO, N. Direita e esquerda: razões e significados de uma distinção política. Tradução Marco Aurélio Nogueira. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1995.

CHARAUDEAU, P. Les stéréotypes, c’est bien, les imaginaries, c’est mieux. In: BOYER, H. Stéréotypage, stéréotypes: fonctionnments ordinnaries et mises en scène. Langue(s), discourse. v. 4. Paris: Harmattan, 2007. p. 49-63.

CHARAUDEAU, P. Discurso das Mídias. São Paulo: Contexto, 2015a.

CHARAUDEAU, P. Discurso Político. São Paulo: Contexto, 2015b.

CHARAUDEAU, P.; MAINGUENEAU, D. Dicionário de Análise do Discurso. Coordenação da tradução Fabiana Komesu. 3. ed. 2. reimpr. São Paulo: Contexto, 2016.

FIGUEIREDO, I. Imaginários sociodiscursivos sobre a surdez: análise contrastiva de discursos do jornal visual a partir da produção e recepção. 2013. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2013.

GARCIA, A. M. Fake News: La verdade de las noticias falsas. Barcelona: Plataforma Editorial, 2018.

GRADIN, A. Manuel do jornalismo. Série Estudos em Comunicação. Covilhã: Universidade da Beira do Interior, 2000.

PAVEAU, M.-A. Linguagem e moral: uma ética das virtudes discursivas. Tradução Ivone Benedetti. Campinas: Editora da UNICAMP, 2015.

RELATÓRIOS OBERCOM. Notícias, Fake news, e a participação online. Dezembro, 2016.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v48i1.2324

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)