Identidade de adolescentes de Unidades Educacionais Internas (UNEI) do MS: entre o assujeitamento e a resistência

Celina Aparecida Garcia de Souza Nascime

Resumo


Objetivamos analisar as representações identitárias que alunos-adolescentes constroem durante o processo de ensino-aprendizagem nas Unidades Educacionais Internas do Mato Grosso do Sul. Trata-se de uma pesquisa que se insere na perspectiva teórica metodológica discursiva francesa, cujo córpus consiste em entrevistas feitas com adolescentes, tendo como perspectiva teórica conceitos da Análise do Discurso Francesa, que se insere no entrecruzamento da Linguística e das Ciências Sociais imbricando história, ideologia e sujeito aluno, a partir de Coracini (2003a), Orlandi (2001) e, para as questões de saber-poder, Foucault (1998, 2002, 2006).


Palavras-chave


Identidade; exclusão; adolescentes

Texto completo:

PDF

Referências


ACHARD, P. et al. Papel da memória. Tradução e Introdução de José Horta Nunes. 2. ed. Campinas-SP: Pontes, 2007.

AUTHIER-REVUZ. J. Heterogeneidade(s) Enunciativa(s). Tradução de Celene M. Cruz e João W. Geraldi. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas-SP, Unicamp, n. 19, 1990.

AUTHIER-REVUZ. J. Palavras Incertas: as não-coincidências do dizer. Tradução de Cláudia R. C. Pfeiffer et al. Campinas-SP: Editora da Unicamp, 1998.

BRASIL. Estatuto da Criança e Adolescente – Lei Federal 8.069, 1990.

BRASIL. Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE). Brasília, 2006.

CASTRO, E. Vocabulário de Foucault: um percurso pelos seus temas, conceitos e autores. Tradução de Ingrid M. Xavier. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

CORACINI, M. J. R. F. (Org.) O jogo discursivo na aula de leitura: língua materna e língua estrangeira. Campinas-SP: Pontes, 1995.

CORACINI, M. J. R. F. Identidade e discurso: (des)construindo subjetividades. Campinas: Editora da Unicamp; Chapecó: Argos Editora Universitária, 2003a.

CORACINI, M. J. R. F. A Análise do Discurso na Linguística Aplicada. In: CASTRO, Solange T. R. (Org.) Pesquisas em Linguística Aplicada: novas contribuições. Taubaté-SP: Cabral Editora e Livraria Universitária, 2003b. p. 17-33.

CORACINI, M. J. R. F. A celebração do outro: arquivo, memória e identidade: língua (materna e estrangeira), o Plurilinguismo e tradução. Campinas-SP: Mercado de Letras, 2007.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1987.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. 6. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. Tradução de Laura Fraga de Almeida Sampaio. 4. ed. São Paulo: Edições Loyola, 1998.

FOUCAULT, M. Estratégia, poder-saber. Org. de Manoel Barros da Motta. Tradução de Vera Lúcia A. Ribeiro. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária. (DE IV), 2006a.

FOUCAULT, M. Ética, sexualidade e política. Org. de Manoel Barros da Motta. Tradução de Elisa Monteiro, Inês A. D. Barbosa. 2. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária. (DE V), 2006b.

FRANÇA NETO, O. A Bejahung nas conexões da psicanálise. Psicologia Clínica, Rio de Janeiro, v. 18, n. 1, p. 153-163, 2006. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-56652006000100013. Acesso em: 24 set. 2011, às 20h.

NASCIMENTO, C. A. G. S.; MORETTI, L. C. et al. Representações de professores e adolescentes de unidade educacional de internação (UNEI): deslocamentos e silenciamentos. In: CORACINI, M. J. R. F. Identidades Silenciadas e (In) visíveis: entre a inclusão e a exclusão. Campinas-SP: Pontes, 2011a.

NASCIMENTO, C. A. G. S.; SILVA, E. R. et al. Ethos e discurso: a construção da identidade de adolescentes de Unidades Educacionais de Internação (UNEI) no Mato Grosso do Sul. In: CORACINI, M. J. R. F.; GHIRALDELO, C. M. (Org.). Nas malhas do discurso: memória, imaginário e subjetividade. Campinas-SP: Pontes, 2011b.

NEVES, M. H. de M. Gramática de usos do português. São Paulo: Editora Unesp, 2000.

ORLANDI, E. Análise do discurso: princípios e procedimentos. 3. ed. Campinas, SP: Pontes, 2001.

PÊCHEUX, M. A forma-sujeito do discurso. In: PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução de Eni P. Orlandi et al. Campinas: Editora da Unicamp, 1988.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)