O dialogismo bakhtiniano no marketing eleitoral: a festa no jingle

Aline Camila Lenharo

Resumo


Este artigo propõe a reflexão sobre um dos jingles da campanha eleitoral de Aécio Neves, analisando a influência que a adoção da música A Festa, de Ivete Sangalo, como base para a produção do jingle em questão, pode ter exercido sobre os resultados da eleição para presidente do Brasil de 2014. Parte-se do pressuposto bakhtiniano de que a compreensão de um enunciado engloba a leitura dos aspectos semânticos não reiteráveis do signo em si, mas resulta da contextualização de sua produção e sua recepção, do dialogismo entre o dito e o já-dito e da interação sociocultural que envolve a tomada de posições axiológicas. Considera-se que a incompreensão dessa intertextualidade adotada no marketing do candidato pode ter influenciado negativamente os resultados, colaborando para sua não eleição. Espera-se, com este estudo, refletir sobre a importância da escolha dos enunciados empregados no marketing eleitoral.


Palavras-chave


análise do discurso; dialogismo; intertextualidade; marketing eleitoral

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, M. M.; MEDEIROS, J. B. Comunicação em língua portuguesa. São Paulo: Atlas, 2009. 411 p.

AYRES, M. Cinco gestos inocentes que podem soar uma grande ofensa mundo afora. Exame.com. 2012. Disponível em: . Acesso em: 05 mai. 2015.

BAKHTIN, M. The dialogic imagination: four essays. Texas: University of Texas Press Slavic Series, 1982. 480 p.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem. Traduzido por Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Hucitec, 1986. 201 p.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Traduzido por Maria E. G. Pereira. São Paulo: Martins Fontes, 1997. 416 p.

BAKHTIN, M. Problemas da poética de Dostoiévski. Traduzido por Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2002. 142 p.

BAKHTIN, M. Teoria do romance I: a estilística. Traduzido por Paulo Bezerra. São Paulo: Editora 34, 2015. 256 p.

BEZERRA, P. Tradução, arte, diálogo/translation, art, dialogue. Bakhtiniana, São Paulo, v. 10, n. 3, p. 235-251, set./dez. 2015.

CRUZ, V.; LIMA, D. Perfil: O fantasma de Aécio e as reviravoltas eleitorais. Folha de S. Paulo, São Paulo, 26 out. 2014. Disponível em: . Acesso em: 07 jan. 2015.

CUNHA, A. A Festa. Disponível em: .

DEBORD, G. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997. 169 p.

DECAT, E. Dificuldades de campanha geram crítica a marqueteiro de Aécio. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 02 set. 2014. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2014.

FARACO, C. A. Linguagem & Diálogo – as ideias linguísticas do círculo de Bakhtin. Curitiba: Criar Edições, 2003. 136 p.

FOLHA POLÍTICA.ORG. Romeu Tuma Jr. propõe muro para dividir país em duas partes, 27 out. 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2014.

HABERMAS, J. Mudança estrutural da esfera pública: investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. Tradução de Flávio R. Kothe. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003. 566 p.

JAKOBSON, R. Linguística e comunicação. Traduzido por Izidoro Blikstein e José Paulo Paes. São Paulo: Cultrix, 2007. 163 p.

JINGLE. Agora é Aécio! Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2015.

LENHARO, A. C.; SANTOS, R. Agora é Aécio! A festa no marketing da campanha eleitoral do PSDB em 2014. In: Seminário Nacional de Sociologia & Política, 6. Anais... Curitiba: UFPR, 2015.

LIMA, D. Justiça nega pedido de Aécio Neves para bloquear buscas na internet. Folha de S. Paulo, São Paulo, 14 mar. 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2015.

LIMA, M. O. C. Marketing eleitoral. São Paulo: Ícone, 1988. 215 p.

LOPES, G. Foto do Aécio Neves na balada é verdadeira ou falsa? E-farsas.com. 11 out. 2014. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2015.

MANIN, B. As metamorfoses do governo representativo. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 29, a. 10, p. 5-34, out. 1995.

ROSÁRIO, M. Aécio fica famoso nos EUA! O Cafezinho. 24 out. 2014. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2015.

SARTORI, G. Homo Videns: televisão e pós-pensamento. Lisboa: Terramar, 2000. 152 p.

SEGALLA, V. Aécio compara marqueteiro de Dilma a ministro nazista. UOL, São Paulo, 16 out. 2014. Disponível em: . Acesso em: 16 out. 2014.

VÍDEO. Playboy fora da lei. YouTube. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2015.

WEISZFLOG, W. (Ed.). Michaelis português: moderno dicionário da língua portuguesa. (Versão 1.0). São Paulo: DTS Software Brasil Ltda. 1998.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v45i3.702

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)