A unidade lexical “bolita” no Mato Grosso do Sul: perspectiva geolinguística

Beatriz Aparecida Alencar

Resumo


Os atlas linguísticos são os produtos originados de trabalhos da Dialetologia aliado à metodologia da Geolinguística. Seu objetivo é descrever a linguagem falada em uma determinada região. Neste trabalho, nos debruçaremos sobre as peculiaridades dialetais que se repetem em diferentes atlas; no caso, destacam-se as cartas lexicais sobre “bolita”que, além de mais produtiva dentre os designativos, ocorrem de modo representativo nas diferentes regiões do estado. Sendo assim, este trabalho propõe-se a analisar um recorte léxico-semântico dos dados cartografados para “as coisinhas redondas, de vidro, com que os meninos gostam de brincar”, além de cotejar os dados sob o viés da Dialetologia e Geolinguística, com vistas a investigar as motivações histórico-sociais que determinam seu uso. Verifi cou-se, como resultado, as relações existentes entre o léxico e a sociedade na interação homem e ambiente.


Palavras-chave


léxico; atlas linguístico, Mato Grosso do Sul

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, B. A. Atlas Linguístico de Corumbá e Ladário: uma descrição da língua portuguesa falada no extremo oeste de Mato Grosso do Sul. 2013. 620 f. Dissertação (Mestrado em Estudos

de Linguagens) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2013.

AULETE, C. Dicionário Contemporâneo da Língua Portuguesa. Versão eletrônica. Rio de Janeiro: Editora Lexikon, 2006.

CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. 12. ed. São Paulo: Global, 2012.

CARDOSO, S. A. M. da S. Geolinguística: tradição e modernidade. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

COMITÊ NACIONAL DO PROJETO ALIB. Atlas Linguístico do Brasil: Questionários 2001. 2. ed. Londrina: EdueL, 2001. 47 p.

FERREIRA, A. B. de H. Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa. Curitiba: Positivo, 2010.

HOUAISS, A. Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva; Instituto Antonio Houaiss, 2001.

ISQUERDO, A. N. O caminho do rio, o caminho do homem, o caminho das palavras. In: RIBEIRO, S. S. C.; COSTA, S. B. B.; CARDOSO, S. A. M. (Org.). Dos sons às palavras nas trilhas da língua portuguesa. Homenagem à Jacyra Andrade Mota pela contribuição aos estudos dialetais brasileiros. Salvador: Edufba, 2009. p. 41-59.

OLIVEIRA, D. P. (Org.). Atlas Linguístico de Mato Grosso do Sul (ALMS). Campo Grande: Editora UFMS, 2007.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA. Dicionário de la Lengua Española. Disponível em: .

REIS, R. C. P. Atlas lingüístico do Município de Ponta Porã, MS: um registro das línguas em contato na fronteira do Brasil com o Paraguai. 2006.Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Três Lagoas, 2006. v.1-2.

REIS, R. C. P. Variação linguística do português em contato com o espanhol e o guarani na perspectiva do Atlas Linguístico Contatual da Fronteira entre Brasil/ Paraguai (ALF-BR PY).2013. 479 f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2013.

RIBEIRO, S. S. C. Jogos e diversões infantis: preferências linguísticas e variáveis sociais. In: RIBEIRO, S. S. C.; COSTA, S. B. B.; CARDOSO, S. A. M. (Org.). Dos sons às palavras nas trilhas da língua portuguesa. Homenagem à Jacyra Andrade Mota pela contribuição aos estudos dialetais brasileiros. Salvador: Edufba, 2009. p. 239-261.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)