Das entrevistas faladas aos relatos escritos: a historicidade das interações verbais

Maria Ignez de Lima Pedroso

Resumo


Nesta pesquisa, fundamentada na concepção dialógica da linguagem, nos estudos linguístico-discursivos relacionados à heterogeneidade da escrita, nos estudos do discurso vinculados à Análise do Discurso Francesa e em pesquisas etnográficas que reconhecem uma multiplicidade de práticas de letramentos em diferentes contextos sociais, investigamos a historicidade das interações verbais observada por meio de marcas linguístico-discursivas inscritas na produção escrita de relatos feitos por duas crianças do ensino fundamental, após entrevistas feitas com seus pais sobre as memórias que guardam da gestação até os três primeiros anos de vida de cada uma dessas crianças. Os resultados confirmaram a importância da escrita pessoal como prática significativa e motivadora para o ensino e aprendizagem de língua materna.

Palavras-chave


dialogismo; fala; escrita; historicidade; discurso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)