A aquisição do quantificador universal em PB: uma investigação preliminar de sua produção

Danielle Patricia ALGAVE

Resumo


O objetivo inicial deste artigo é investigar a aquisição do quantificador universal por crianças pequenas adquirindo o português brasileiro (PB). Examinamos sua produção em fala espontânea, a partir de uma perspectiva formal (CHOMSKY, 1986; CHIERCHIA, 2003, entre outros). Para tanto, buscamos analisar dados longitudinais de crianças do sexo feminino com idades entre 1;5 e 4;2 anos. Nosso interesse é o de investigar se a criança consegue fazer a distinção entre expressões referenciais e expressões nominais quantificadas. E se o fizer, o objetivo é verificar quando esse conhecimento se torna produtivamente utilizado pela criança. Finalmente, pretendemos averiguar se crianças pequenas produzem sentenças com dois quantificadores e, se assim o fazem, se haveria uma preferência em sua ordenação que pudesse refletir uma leitura específica para a sentença.


Palavras-chave


Aquisição da linguagem. Perspectiva formal. Quantificador universal.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.