POR OUTROS TEXTOS NA SALA DE AULA: ME LEMBRA MUITO PINK FLOYD DE JOÃO LEOPOLDO

Gustavo Nishida, Ana Paula de Castro Sierakowski

Resumo


O objetivo deste trabalho é argumentar em favor da inclusão de outros textos na sala de aula de língua portuguesa. Nossa argumentação aponta para uma expansão no conceito de leitura e para a utilização de outros gêneros discursivos para a formação de leitores. Para tanto, assumimos que, para que o letramento multimodal (Rojo, 2009) chegue à sala de aula, é preciso que outros textos (multimodais e vernaculares) sejam analisados e inseridos no meio educacional. Assim, utilizaremos a canção Me lembra muito Pink Floyd, do compositor paulistano João Leopoldo (faixa do disco Cabeça Madura, de 2010) para exemplificar como a multimodalidade pode figurar na aula de língua materna. Basicamente, a produção de sentido da canção se faz com elementos metalinguísticos da letra que sugerem que essa canção pode parecer com alguma canção do Pink Floyd. Contudo, os elementos musicais não são da banda britânica, são de Imagine, de John Lennon. Em suma, é a integração dos elementos linguísticos e musicais que promovem a produção de sentido da canção.


Palavras-chave


multimodalidade; canção popular; letramento vernacular.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21165/gel.v13i3.1411

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.