Mediação editorial em artigos científicos: um estudo de injunções e apagamentos nas humanidades

Luciana Salazar Salgado, Letícia Moreira Clares

Resumo


Este artigo delimita, na ampla discussão sobre comunicação científica, uma reflexão sobre a escrita de artigos no âmbito das humanidades, categoria que subsume diferentes práticas, as quais fazem parte tanto da formação para a pesquisa quanto da formatação da própria pesquisa. Para que seja comunicada, condição obrigatória, toda pesquisa deve atender a normas balizadas por métricas de avaliação, sob pena de não ser avalizada como conhecimento produzido. Diante disso, assumimos uma abordagem mediológica (DEBRAY, 2000a, b), isto é, no quadro epistemológico dos estudos do discurso que se filiam à chamada tradição francesa, esta reflexão se assenta na investigação da mediação entre sujeitos e objetos, mais precisamente na mediação editorial. Para apresentar um conjunto de dados de dois periódicos qualificados, cujas equipes foram entrevistadas, consideramos as métricas em vigor e o entrelaçamento de categorias institucionais. Com isso, parece possível dizer que a categoria humanidades agrupa o que funciona como uma espécie de outro das chamadas ciências duras.


Palavras-chave


Comunicação científica. Escrita acadêmica. Ritos genéticos editoriais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21165/gel.v14i3.1886

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.