Desenvolvimento da competência comunicativa oral em PLE: teletandem em foco

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21165/gel.v15i3.2412

Palavras-chave:

Teletandem institucional integrado. Ensino de PLE. Competência comunicativa oral. Avaliação.

Resumo

Tendo por base a modalidade Teletandem Institucional Integrado – na qual as interações ocorrem planejadas no currículo de uma disciplina (ARANHA; CAVALARI, 2014) – e buscando responder às questões: (a) em que medida a prática de teletandem institucional integrado influencia o desenvolvimento da competência comunicativa oral e (b) que aspectos da fala do interagente de teletandem evidenciam o desenvolvimento de sua produção oral, por um semestre letivo,  assistimos e assessoramos as aulas de Língua Estrangeira-PLE, analisamos documentos e acompanhamos o desenvolvimento das atividades de Teletandem de uma turma de uma universidade norte-americana. O estudo foi desenvolvido com base na metodologia qualitativa (ANDRÉ, 1984; FLICK, 2004); teorias que sustentam a ideia de competência comunicativa oral (CANALE; SWAIN, 1980) e, como parâmetro de proficiência, os descritores do Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (CONSELHO DA EUROPA, 2001). A partir da triangulação dos dados, em análise preliminar, elaboramos um quadro que demonstra a construção da proficiência oral de dois estudantes praticantes de teletandem, bem como expõe diferentes variáveis que podem impactar o desenvolvimento e a avaliação da proficiência em foco. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rozana Aparecida Lopes Messias, UNiversidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), São Paulo, Brasil

Possui doutorado em Educação pela Faculdade de Filosofia e Ciências - Marília (2009), mestrado em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003), pós Doutorado em Educação pela Georgetown University- Washington DC - EUA, junto ao Spanish and Portuguese Department (2017-2018 - FAPESP- processo 2017/02937-0). Atua como professora assistente-doutora de prática de ensino e estágio supervisionado de línguas estrangeiras na UNESP-Assis. Na FCL-UNESP/Assis exerce a função de vice-coordenadora do projeto Centro de Línguas e Desenvolvimento de Professores, atua na mediação e supervisão de práticas de Teletandem. Faz parte do Grupo de Pesquisa: Teletandem: Transculturalidade das interações online via webcam e Formação de Professores e Práticas de Ensino na Educação Básica e Superior, pertence ao quadro permanente do programa de pós-graduação PROFLETRAS-UNESP. Na FCT-UNESP/Presidente Prudente, faz parte do quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Educação (PPGE). Atua, principalmente, nos seguintes temas: Formação de professores de Línguas Estrangeiras e Materna; Teletandem e Formação de Professores; Tecnologia e Ensino de Línguas.

Michael J. Ferreira, Georgetown University

ASSOCIATE PROFESSOR;  DIRECTOR, PORTUGUESE LANGUAGE PROGRAM; CO-DIRECTOR, RIO DE JANEIRO SUMMER PROGRAM; 

Downloads

Publicado

31-12-2018

Como Citar

Lopes Messias, R. A., & Ferreira, M. J. (2018). Desenvolvimento da competência comunicativa oral em PLE: teletandem em foco. Revista Do GEL, 15(3), 131–154. https://doi.org/10.21165/gel.v15i3.2412

Edição

Seção

Artigos para o volume temático 15.3: Telecolaboração transcultural e transcontinental [...]