Notas sobre a relação lúdica da criança com a língua: a questão do recalque dos sons

Glória Maria Monteiro de Carvalho

Resumo


Este artigo consiste numa tentativa de focalizar os jogos sonoros infantis, em um momento inicial da constituição do falante. Assumimos a proposta psicanalítica de que, para essa constituição, é de capital importância a relação lúdica da criança com os sons da língua, relação que se manifesta por meio de uma diversidade de jogos sonoros. Por sua vez, de acordo com tal proposta, o infans deve esquecer/recalcar essas manifestações sonoras, para que se torne falante. Nessa perspectiva, colocamos em discussão alguns jogos sonoros de uma criança, à luz da concepção de recalque do som (POMMIER, 2017). 

 



 

 


Palavras-chave


Aquisição de linguagem. Jogos sonoros. Significante. Recalque.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21165/gel.v16i3.2747

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.