Ressignificar o espaço – estratégias discursivas na cultura afro-americana contemporânea

Luiza Monteiro de Barros Oliveira, Lucia Teixeira

Resumo


Ainda pouco estudada, a aspectualização do espaço é um elemento de análise previsto dentro da teoria semiótica francesa que pode ser de grande valia ao analista que busca compreender a construção de sentido em textos audiovisuais. O presente artigo busca fazer avançar a pesquisa sobre como a aspectualização espacial opera, por meio da análise de duas obras audiovisuais contemporâneas que compartilham semelhança temática: os videoclipes de Apes**t, de The Carters (como assinam a cantora Beyoncé e o rapper Jay-Z em um projeto musical feito em dupla) e This is America, de Childish Gambino (rapper e ator também conhecido como Donald Glover). Apesar de ambos serem produzidos por artistas norte-americanos que tratam da questão racial em seus discursos, os dois textos audiovisuais empregam estratégias distintas em sua enunciação, que o presente artigo busca detalhar e compreender.


Palavras-chave


Semiótica. Espaço. Aspectualização. Videoclipe. Música Pop. Hip Hop. Cultura Afro-Americana.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21165/gel.v16i3.2752

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.