O processo de apropriação de concepções construtivistas em materiais didáticos para alfabetização

Marilda Pio da Silva

Resumo


A década de 70 do século XX1 foi o momento em que a concepção construtivista
começou a surgir em artigos acadêmicos, no Brasil, e, também, o momento em que ocorreu o processo de democratização do acesso ao ensino, quando os alunos das camadas menos favorecidas da população passaram a frequentar a escola. Nas duas décadas posteriores – 80 e 90 –, as ideias construtivistas foram gradualmente desenvolvidas em discussões acadêmicas sobre alfabetização e ampliaram suas influências sobre propostas oficiais para o ensino e em manuais didáticos. O objetivo deste trabalho é apresentar os resultados de uma pesquisa que observou o
desenvolvimento das propostas construtivistas no Brasil, nas discussões sobre alfabetização, e seu impacto e evolução nos materiais pedagógicos.


Palavras-chave


análise do discurso; alfabetização; livros didáticos; construtivismo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)