A perspectiva em questão: Sílvio Romero e Araripe Júnior, intérpretes de Euclides da Cunha

Fernando Simplício dos Santos

Resumo


O objetivo deste trabalho é avaliar os discursos críticos de Tristão de Alencar Araripe Júnior (1848-1911) e de Sílvio Romero (1851-1914), em especial, a partir da interpretação que ambos fazem do romance Os sertões (1902), de Euclides da Cunha (1866-1909). Em meio a outras pressuposições, parte-se da hipótese de que, com as suas distintas leituras, tanto Romero como Araripe colaboraram para fundamentar a base de futuras análises da obra mencionada ou suas implicações, contribuindo, portanto, para introduzi-la no cânon literário nacional.


Palavras-chave


Os sertões; Araripe Júnior; Sílvio Romero; Euclides da Cunha

Texto completo:

PDF

Referências


ARARIPE JÚNIOR, T. A. Literatura brasileira. Obra Crítica de Araripe Júnior (Direção de A. Coutinho). Rio de Janeiro: MEC – Casa de Rui Barbosa, 1958. 5 volumes.

______. Os sertões. In: BOSI, A. (Org.). Araripe Júnior. Teoria, crítica e história literária. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1978. p. 219-253.

AZEVEDO, S. M. Manuel Benício: um correspondente da Guerra de Canudos, Revista USP – Dossiê Os sertões: cem anos, São Paulo, n. 54, p. 82-95, jun.-ago. 2002.

BARBOSA, J. A. (Org.). José Veríssimo. Teoria, crítica e história literária. São Paulo: EDUSP; Rio de Janeiro: LTC, 1978.

BARTHES, R. Crítica e verdade. Tradução de Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Perspectiva, 1970. p. 185-231.

BERNUCCI, L. M. Prefácio. In: CUNHA, E. Os sertões: Campanha de Canudos [edição, prefácio, cronologia, notas e índices de Leopoldo M. Bernucci]. São Paulo: Imprensa Oficial; Cotia: Ateliê Editorial, 2002a.

______. Pressupostos historiográficos para uma leitura de Os sertões, Revista USP – Dossiê Os sertões: cem anos, São Paulo, n. 54, p. 6-15, jun.-ago. 2002b.

BOSI, A. (Org.). Araripe Júnior. Teoria, crítica e história literária. São Paulo: EDUSP; Rio de Janeiro: LTC, 1978.

CALASANS, J. Canudos – origem e desenvolvimento de um arraial messiânico, Revista USP – Dossiê Os sertões: cem anos, São Paulo, n. 54, p. 72-81, jun.-ago. 2002.

CANDIDO, A. (Org.). Sílvio Romero. Teoria, crítica e história literária. São Paulo: EDUSP; Rio de Janeiro: LTC, 1978.

______. O método crítico de Sílvio Romero. São Paulo: EDUSP, 1988.

CAIRO, L. R. O salto por cima da própria sombra. São Paulo: Annablume, 1996.

______. Araripe Júnior e a construção do nacional. In: Continente sur Sul, v. I, Porto Alegre: Instituto Estadual do Livro, 1998. p. 1-10.

COSTA LIMA, L. Os sertões: história e romance. In: _____. História. Ficção. Literatura. São Paulo: Companhia das Letras, 2006. p. 373-386.

COUTINHO, A. (Org.). Caminhos do pensamento crítico. Rio de Janeiro: Pallas S. A./INL-MEC, 1980. 2 volumes.

______. Realismo, Naturalismo, Parnasianismo. In: COUTINHO, E. F. (Org.).

A literatura no Brasil. 4. ed. rev. e at. v. 4. São Paulo: Global, 1997. p. 4-20.

CUNHA, E. Os sertões. Edição crítica e organização de Walnice Nogueira Galvão; fortuna crítica: Vários autores; fotos de Flávio de Barros. São Paulo: Ubu Editora/Edições Sesc São Paulo, 2016.

GALVÃO, W. N. No calor da hora: a Guerra de Canudos nos Jornais, 4ª Expedição. São Paulo: Editora Ática, 1977.

HOLANDA, S. B. O espírito e a letra – estudo de crítica literária, 1947 – 1958. [Organização, introdução e notas de Antonio Arnoni Prado]. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. 2 volumes.

LIMA, A. A literatura e o corpo na obra de Araripe Júnior: um estudo sobre a relação entre a insanidade e a atividade literária no final do século XIX. 2004. 210 f. Dissertação (Mestrado em Teoria e História Literária) — Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

ROMERO, S. Discurso pronunciado aos 18 de dezembro de 1906, por ocasião da recepção do Dr. Euclides da Cunha [Academia Brasileira de Letras]. In: _____. Provocações e Debates: Contribuições para o Estudo do Brasil Social. Porto: Livraria Chardon, 1910. p. 335-400.

______. História da literatura brasileira. 7. ed. v. 5. Rio de Janeiro: José Olympio/ INL-MEC, 1980.

SCHNEIDER, L. Sílvio Romero, Hermeneuta do Brasil. São Paulo: Annablume, 2005.

VENTURA, R. Euclides da Cunha no vale da morte, Revista USP – Dossiê Os sertões: cem anos, São Paulo, n. 54, p. 16-29, jun.-ago. 2002.

______. Estilo tropical: história, cultura e polêmicas literárias no Brasil, 1870-1914. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v46i3.1508

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)