O uso de jogos como mediadores da alfabetização/letramento em sala de apoio das séries iniciais

Marjorie Agre Leão

Resumo


O presente artigo propõe uma refl exão acerca da alfabetização/letramento, com enfoque à consciência fonológica, pela utilização de jogos, enquanto instrumentos de mediação. Para isso, apresenta uma sucinta revisão da literatura, a contextualização e aplicabilidade em uma sala de apoio pedagógico nas séries iniciais do ensino fundamental, bem como sugestões que poderão favorecer os profi ssionais da educação, sobretudo, professores alfabetizadores.

 


Palavras-chave


Alfabetização/Letramento; Jogos; Consciência Fonológica

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Rita de Cássia S. Jogos nas aulas de português: linguagem, gramática e leitura. Petropólis: Vozes, 2010.

BRASIL. Consciência Fonológica. Ouro Preto: UFOP/CEAD, PNAIC/ MEC 2013. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2013.

BRASIL. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL. Linhas programáticas para o atendimento específi co na sala de apoio pedagógico específi co. Brasília: MEC/ SEESP, 1994. 56p. (Diretrizes, 2).

BORTONI-RICARDO, Stella M. Nós cheguemu na escola, e agora? São Paulo: Parábola, 2005.

BORTONI-RICARDO, Stella M.; MACHADO, Veruska R. Os doze trabalhos de Hércules: do oral para o escrito. São Paulo: Parábola, 2013.

BRANDÃO, Ana C. P. A; FERREIRA, Andréa T. B; ALBUQUERQUE, Eliana B. C. de; LEAL, Telma F. (Org.). Manual Didático: jogos de alfabetização. Pernambuco: MEC; UFPE/CEEL, 2009.

CAGLIARI, Luiz C. Alfabetização e Linguística. 10. ed. São Paulo: Scipione, 2007.

CAPOVILLA, Alessandra G. S.; CAPOVILLA, Fernando C. Problemas de leitura e escrita: como identificar, prevenir e remediar numa abordagem fônica. 4. ed. São Paulo: Memnon, 2004. GÓMEZ, Ana Maria S.; TERÁN, Nora E. Difi culdades de aprendizagem: detecção e estratégias de ajuda. Rio de Janeiro: Grupo Cultural, 2009. 449p.

KLEIMAN, Angela B. Modelos de letramentos e as práticas de alfabetização na escola. In: KLEIMAN, A. B. (Org.). Os signifi cados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. 2. ed. São Paulo: Mercado das Letras, 2012. P. 15-61.

LEMLE, Miriam. Guia teórico do alfabetizador. 16. ed. São Paulo: Ática, 2006. Série: Princípios.

MAGALHÃES, Adriana F.S.; JUNIOR, Cícero Francisco A. Ludicidade na aquisição da leitura e escrita: experiências e vivências nas séries iniciais do Ensino Fundamental. Campina Grande: Realize, 2012. 10p.

MOLLICA, Maria Cecília; PATUSCO, Cynthia; RIBEIRO, Andressa; LOURENÇO, Gabrielle Costa. O letramento de sujeitos típicos e atípicos. In: PALOMANES, R.; BRAVIN, A. M. (Org.). Práticas de ensino de português. São Paulo: Contexto, 2012. p. 211-239.

NASCIMENTO, Kely-Anee O.; MELO, Patrícia Sara L. A prática pedagógica dos professores de apoio pedagógico especializado – APE: Paradigmas conservadores e inovadores da educação. Campina Grande: Realize, 2012. 14p. Disponível em: . Acesso em: 20 nov 2013.

RAUPP, Eliane S.; SMANIOTTO, Gisele C. Fundamentos teóricos da alfabetização e língua portuguesa II. Ponta Grossa: UEPG/NUTEAD, 2011.

ROJO, Roxane (Org.). Alfabetização e Letramento: Perspectivas lingüísticas. São Paulo: Mercado das Letras, 2009.

SAVELI, Esméria L; TENREIRO, Maria Odete V. Organização dos tempos e dos espaços na educação infantil. In: SAVELI, Esméria et al. Fundamentos teóricos da educação infantil. Ponta Grossa: UEPG/NUTEAD, 2011. p. 111- 142.

SOARES, Magda. Alfabetização e Letramento. São Paulo: Contexto, 2013.

VIEIRA, Daniele M. Jogos de linguagem – Estratégia para atividades diversifi cadas no processo de alfabetização e letramento. In: MORO, Catarina de Souza et al. Educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental: saberes e práticas. Curitiba: SEED-PR, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)