Letramento crítico e ensino de espanhol como língua estrangeira: questões teórico-metodológicas no contexto dos Institutos Federais (IFs)

Larissa Cristina Arruda de Oliveira Benedini

Resumo


O letramento crítico tem sido apontado nos documentos que orientam a educação brasileira de nível médio como uma perspectiva de ensino de língua estrangeira. A formação do leitor crítico também tem sido um critério de seleção das obras aprovadas pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Nesse contexto, são nossos objetivos problematizar o conceito de letramento e leitor crítico que emerge dos documentos e dos livros didáticos, assim como a concepção de leitor crítico e letramento crítico dos professores de espanhol dos IFs. Para isso, aplicamos um questionário com vistas a obter dados sobre a concepção de leitor crítico e letramento críticos dos docentes, a fim de analisar se eles se apropriam das concepções expostas nos documentos e nos livros didáticos em suas práticas de ensino. Os resultados alcançados com as análises apontam a necessidade de maior esclarecimento quanto ao conceito de letramento crítico entre os docentes.

Palavras-chave


letramento crítico; leitor crítico; ensino de espanhol

Texto completo:

PDF

Referências


BAPTISTA, L. M. T. R. Traçando caminhos: letramento, letramento crítico e ensino de espanhol. In: BARROS, C. S.; COSTA E. G. M. (ed.). Espanhol: ensino médio. Coleção explorando o ensino. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria da Educação, 2010.

p. 119-136.

BRASIL. Guia de Livros Didáticos: PNLD 2015 – Língua Estrangeira. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2015. Disponível em: http://bit.ly/2JCEHBr. Acesso em: 01 jun. 2018.

BRASIL. Orientações curriculares para o ensino médio. Linguagens, códigos e suas tecnologias. Conhecimentos de Línguas Estrangeiras. Brasília: MEC, Secretaria de Educação Básica, 2006. p. 127-164. Disponível em: http://bit.ly/2xI78bN. Acesso em: 01 jun. 2018.

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: Ensino Médio. Brasil, Brasília: MEC. Secretaria de Educação Básica, 2000. Disponível em: http://bit.ly/2xKelIe. Acesso em: 01 jun. 2018.

CASSANY, D. Tras las líneas. Sobre la lectura contemporánea. Barcelona: Anagrama, 2006.

CASSANY, D.; CASTELLÀ, J. Aproximación a la literacidad crítica. Perspectiva, Florianópolis, v. 28, n. 2, p. 353-374, jul./dez. 2010.

DUBOC, A. P. M. Atitude curricular: letramento crítico nas brechas da formação de professores de inglês. 2012. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

COIMBRA, L. et al. Cercanía Joven: espanhol. Rio de Janeiro: Edições SM, 2013.

MONTE MÓR, W. Crítica e letramentos críticos: reflexões preliminares. In: ROCHA, C. H.; MACIEL, R. F. (org.). Língua estrangeira e formação cidadã: por entre discursos e práticas. Coleção Novas Perspectivas em Linguística Aplicada. v. 33. 2. ed. Campinas: Pontes Editores, 2015.

OSMAN, S. et al. Enlaces. São Paulo: Macmillan, 2013.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v48i2.2292

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)