Representações sobre os textos acadêmico-científicos: pistas para a didática da escrita na universidade

Juliana Alves Assis

Resumo


Visando a oferecer contribuições para a didatização do discurso científico na universidade, principalmente tendo em vista os desafios que a escrita acadêmico-científica impõe aos estudantes no que toca à construção de uma posição autoral, este artigo analisa representações sociais flagradas em atividades discursivas nas quais estudantes de Letras são levados a tematizar suas experiências com a aprendizagem e a prática da escrita acadêmico‐científica.


Palavras-chave


Escrita acadêmico-científica; letramento; representações sociais

Texto completo:

PDF

Referências


ABRIC, Jean-Claude. Pratiques sociales et représentations. Paris: Presses Universitaires de France, 1994.

ASSIS, Juliana Alves. Saberes, valores e crenças sobre a prática docente no discurso do professor em formação. Perspectiva , Florianópolis, UFSC, Dossiê: Letramentos em contextos educativos. v. 28, n. 2, p. 467-486, jul.-dez. 2010.

ASSIS, Juliana Alves; MATA, Maria Aparecida da. A escrita de resumos na formação inicial do professor de Língua Portuguesa: movimentos de aprendizagem no espaço da sala de aula. In: KLEIMAN, Angela Bustos; MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles (Org.). Letramento e formação do professor: práticas discursivas, representações e construção do saber. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2005. p. 181-202.

BAZERMAN, Charles. Gênero, agência e escrita, São Paulo: Cortez, 2006.

BOCH, Françoise; GROSSMANN, Francis. Referir-se ao discurso do outro: alguns elementos de comparação entre especialistas e principiantes. Scripta, Belo Horizonte, PUC Minas, v. 6, n. 11, p. 97-108, 2002.

BOCH, Françoise; RINCK, Fanny (Ed.). Énonciation et rhétorique dans l’écrit scientifique, Lidil, Grenoble, Université Stendhal, n. 41, 2010.

DABÈNE, Michel. Aspects socio-didactiques de l’acculturation au scriptural: hypothèses et options méthodologiques. In: DABÈNE, Michel. Vers une didactique de l’écriture. Pour une approche pluridisciplinaire. Paris; Bruxelles: INRP & de Boeck, 1996.

DABÈNE, Michel. Iletrismo, práticas e representações da escrita, Scripta, Belo Horizonte, PUC Minas, v. 6, n. 11. p. 13-22, 2002.

DABÈNE, Michel; REUTER, Yves (Ed.). Pratiques de l’écrit et modes d’accès aux savoirs dans l’enseignement supérieur, Lidil, Grenoble: Université Stendhal, n. 17, 1998.

DEFAYS, Jean-Marc; ENGLEBERT, Annick; POLLET, Marie-Christine; ROSIER, Laurence, THYRION, Francine (Ed.). Acteurs et contextes des discours universitaires. Paris: l’Harmattan, 2009.

DELCAMBRE, Isabelle; DONAHUE, Christiane; LAHANIER-REUTER, Dominique. Ruptures et continuités dans l’écriture à l’université. Scripta, Belo Horizonte, PUC Minas, v. 13, n. 24, p. 227-244, 2009.

HOLLAND, Dorothy; LACHICOTTE JR.; William; SKINNER, Debra; CAIN, Carole. Identity and agency in cultural worlds. Cambridge, Mass.: Harvard University Press, 1998.

KLEIMAN, Angela Bustos (Org.). A formação do professor: perspectivas da linguística aplicada. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2001.

LEA, Mary R.; STREET, Brian V. The Academic Literacies model: theory and applications. Theory into Practice, v. 45, n. 4, p. 368-377, 2006.

MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles. Atividades de (re)textualização em práticas acadêmicas: um estudo do resumo. Scripta, Belo Horizonte, PUC Minas, v. 6, n. 11, p. 109-122, 2002.

MATENCIO, Maria de Lourdes Meirelles; RIBEIRO, Pollyanne Bicalho. A dinâmica das e nas representações sociais: o que nos dizem os dados textuais? Estudos Linguísticos, São Paulo, v. 38, n. 3, p. 229-238, set.-dez. 2009.

MOSCOVICI, Serge. Representações sociais: investigações em psicologia social. Petrópolis: Vozes, 2003.

ONILLON, Sandrine. Pratiques et répresentations de l’écrit. Berne: Peter Lang, 2006.

PY, Bernard. Représentations sociales et discours. Questions épistémologiques et méthodologiques. Travaux neuchâtelois de linguistique, Neuchâtel: Université de Neuchâtel, n. 32, p. 5-20, 2000.

REUTER, Yves. L ́écrit et le discours de recherche. Lidil, Grenoble, Université Stendhal, n. 17, p. 11-26, 1998.

SILVA, Jane Quintiliano Guimarães. O memorial no espaço da formação acadêmica: (re)construção do vivido e da identidade. Perspectiva, Florianópolis, UFSC, v. 28, n. 1, 2010.

STREET, Brian. What’s new in New Literacy Studies? Critical approaches to literacy in theory and practice. Current Issues in Comparative Education, v. 5, n. 2, p. 77-91, 2003.

STREET, Brian. Dimensões “escondidas” na escrita de artigos acadêmicos. Perspectiva, Florianópolis, v. 28, n. 2, dez. 2010. Disponível em: . Acesso em: 5 fev. 2013.

SWALES, John Malcolm. Genre Analysis: English in Academic & Research settings. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)