Dicionários regionalistas e espanhóis e seu verbete “gaúcho”

Natieli Luiza Branco

Resumo


Este trabalho traz reflexões a respeito da produção de sentidos sobre o sujeito “gaúcho” no Dicionário de Regionalismos do Rio Grande do Sul e no Diccionario del Español de América. ealizamos uma análise comparativa e discursiva entre as obras de acordo com a análise de discurso de linha francesa que vem sendo desenvolvida no Brasil nas últimas décadas. Nosso olhar se volta para os prefácios dos mesmos e para o verbete “gaúcho” a fim de verificar possíveis aproximações ou diferenciações entre uma imagem de gaúcho e outra. Observamos que o verbete “gaúcho” produz diferentes sentidos em cada formação social e os prefácios apresentam a tomada de posição do sujeito dicionarista ante a língua.


Palavras-chave


Análise de Discurso; sujeito; dicionário

Texto completo:

PDF

Referências


AUROUX, S. A revolução tecnológica da gramatização. Tradução de Eni Orlandi. Campinas: Editora da Unicamp, 1992. 134 p.

MORÍNIGO, M. A. Diccionario del Español de América. 2. ed. Madrid: Anaya e Mario Muchnik, 1996. 800 p.

NUNES, J. H. O espaço urbano: a “rua” e o sentido público. In: ORLANDI, E. (Org.). Cidade atravessada: os sentidos públicos no espaço urbano. Campinas: Pontes, 2001. p. 101-109.

NUNES, J. H. Dicionários no Brasil: análise e história do século XVI ao XIX. Campinas: Pontes; São Paulo: Fapesp; São José do Rio Preto: Faperp, 2006. 254 p.

NUNES, R. C.; NUNES, Z. C. Dicionário de Regionalismos do Rio Grande do Sul. 2. ed. Porto Alegre: Martins Livreiro, 1984. 552 p.

ORLANDI, E. P. Língua e conhecimento linguístico. São Paulo: Cortez, 2002. 320 p.

ORLANDI, E. P. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. 5. ed. Campinas: Pontes, 2007. 156 p.

ORLANDI, E. P. Terra à vista - Discurso do confronto: velho e novo mundo. 2. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2008. 286 p.

ORLANDI, E. P. Análise do discurso: princípios e procedimentos. 8. ed. Campinas: Pontes, 2009. 100 p.

PECHÊUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução Eni Orlandi et al. 4. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2009 [1975]. 287 p.

PETRI, V. Imaginário sobre o gaúcho no discurso literário: da representação do mito em Contos Gauchescos, de João Simões Lopes Neto, à desmitificação em Porteira Fechada, de Cyro Martins. 2004. 332 f. Tese (Doutorado em Letras. Área de concentração: Teoria do texto e do discurso) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

PETRI, V. A produção de efeitos de sentidos nas relações entre língua e sujeito: um estudo discursivo da dicionarização do “gaúcho”. Revista Letras, Santa Maria, v. 18, n. 37, p. 227-243, jul/dez. 2008. Disponível em: Acesso em: 10 set. 2013.

PETRI, V. A emergência da ideologia, da história e das condições de produção no prefaciamento dos dicionários. In: INDURSKY, F. et al. (Org.). O discurso na contemporaneidade: materialidades e fronteiras. São Carlos: Claraluz, 2009. p. 329-336.

PETRI, V. Um outro olhar sobre o dicionário: a produção de sentidos. Santa Maria: PPGL-Editores, 2010. 119 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)