A oração subordinada de adição

Taísa Peres de Oliveira

Resumo


O objetivo principal deste trabalho é avaliar as orações adverbiais aditivas para identificar suas propriedades sintáticas, semânticas e pragmáticas. Essa relação é atualizada no português, principalmente, pela locução prepositiva “além de”. As orações subordinadas de adição se caracterizam por designarem entidades de segunda ordem, serem factuais e apresentarem referência temporal dependente. São de segunda ordem porque designam eventos que podem ser qualificados em termos de sua realidade e localizados no tempo e no espaço. São factuais na medida em que apresentam esse evento como real. Apresentam-se com referência temporal dependente porque se realizam com formas verbais dependentes, em geral as formas infinitivas. Com relação à ordem, a oração subordinada de adição realiza-se preferencialmente anteposta em relação à oração núcleo.


Palavras-chave


relação de adição; tipo semântico; gramática funcional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)