Representações discursivas sobre abandono afetivo e abuso sexual na infância em relatos de alunas da Educação de Jovens e Adultos

Autores

Palavras-chave:

Análise de Discurso Crítica, Educação de Jovens e Adultos, infância, abuso sexual, abandono afetivo

Resumo

Este trabalho analisa as representações discursivas sobre o abandono afetivo e o abuso sexual em redações escritas por alunas do Ensino Médio na Modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) e em entrevistas realizadas com elas. A fundamentação teórica e metodológica é a Análise de Discurso Crítica, mais especificamente a Abordagem Dialético-Relacional, de Norman Fairclough. O corpus da pesquisa é formado por trechos das redações e das entrevistas realizadas e, para sua análise, são empregadas as categorias escolhas lexicais, intertextualidade e interdiscursividade, e a representação de eventos e de atores sociais. Compreende-se que a recorrência de relatos das práticas analisadas aponta para a complexidade das experiências vivenciadas pelas alunas da EJA em suas infâncias e que compreender como elas representam esses eventos é parte importante a ser considerada no processo educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAKHTIN, M. M. Os gêneros do discurso. In: Estética da criação verbal. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011.

BASTOS, E. F. A responsabilidade pelo vazio do abandono. In: BASTOS, E. F.; SOUSA, A. H. de (coords.). Família e jurisdição II. Belo Horizonte: Del Rey, 2008.

BEAUVOIR, S. de. O segundo sexo 2: a experiência vivida. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1967.

CHOULIARAKI, L.; FAIRCLOUGH, N. Discourse in late modernity. Edinburgh: Edinburgh University Press, 1999.

DELPHY, C. Patriarcado (teorias do). In: HIRATA, H. et al. (orgs.). Dicionário crítico do feminismo. São Paulo: UNESP, 2009.

FAIRCLOUGH, N. Discurso e mudança social. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2016.

FAIRCLOUGH, N. Analysing discourse: textual analysis for social research. London: Routledge, 2003.

hooks, b. O feminismo é para todo mundo: políticas arrebatadoras. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2018.

hooks, b. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2013.

MAGALHÃES, I.; MARTINS, A. R.; RESENDE, V. de M. Análise de discurso crítica: um método de pesquisa qualitativa. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2017.

ROMERO, K. R. P. dos S. Crianças vítimas de abuso sexual: aspectos psicológicos da dinâmica familiar. Curitiba: Centro de Apoio Operacional das Promotorias da Criança e do Adolescente, 2007.

TITSCHER, S. et al. Methods of Text and Discourse Analysis. London: Sage, 2000.

VAN LEEUWEN, T. A representação dos atores sociais. In: PEDRO, E. R. (org.) Análise Crítica do Discurso: uma perspectiva sociopolítica e funcional. Lisboa: Caminho, 1997. p. 169-222

Downloads

Publicado

27-12-2021

Como Citar

Caixeta, S. P. (2021). Representações discursivas sobre abandono afetivo e abuso sexual na infância em relatos de alunas da Educação de Jovens e Adultos. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), 50(3). Recuperado de https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/view/2932

Edição

Seção

Artigos