O sujeito intendente e o discurso sobre a morte: uma análise da Santa Maria (RS) de 1896

Fernanda Kieling Pedrazzi

Resumo


O trabalho analisa os atestados do Tomo 13 do Fundo Intendência Municipal denominado Óbitos preservados no Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria. Os documentos são assinados por homens que viveram no ano de 1896, inclusive o Intendente Municipal. Pergunta-se se a figura máxima de autoridade local pode ser dita como “porta-voz” do jurídico naquela comunidade a partir da observação de seu discurso, interpretando o que o sujeito intendente diz sobre a morte e como o diz do lugar que ocupa na sociedade local.


Palavras-chave


arquivo; atestado de óbito; discurso; intendente; sujeito

Texto completo:

PDF

Referências


ARQUIVO HISTÓRICO MUNICIPAL. Projetos de extensão do Arquivo com a UFSM. Arquivo histórico municipal de Santa Maria, 16 maio 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2012.

CALIL, Daniéle Xavier. Sobre. Arquivo histórico municipal de Santa Maria, 2008. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2013.

FLEXOR, Maria Helena Ochi. Abreviaturas: manuscritos dos séculos XVI ao XIX. 3. ed. rev. aum. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional: 2008.

KARSBURG, Alexandre de Oliveira. Sobre as ruínas da velha matriz: religião e política em tempos de ferrovia (Santa Maria 1884-1897). 2007. 267 f. Dissertação (Mestrado em História das Sociedades Ibéricas e Americanas) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007. Disponível em: Acesso em: 17 out. 2012.

NEVES, Margarida de Souza. Os cenários da república. O Brasil na virada do Século XIX para o século XX. In: FERREIRA, J.; DELGADO, L. de A. N. O Brasil Republica- no. 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008. v. 1. p. 13-44.

OLIVEIRA, Diego. Projeto FIEX/UFSM/2011 – Digitalização do Fundo Intendência Municipal do Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria: subsídio para a pesquisa social. Arquivo histórico municipal de Santa Maria, 13 jun. 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2012.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. 5.ed. Campinas: Pontes Editores, 2007.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Discurso em análise: sujeito, sentido, ideologia. Campinas: Pontes Editores, 2012.

PÊCHEUX, Michel. Remontemos de Foucault a Spinoza. Tradução de Maria do Rosário Gregolin. 1990. [do original: PÊCHEUX, Michel. Remontons de Foucault à Spinoza. In: MALDIDIER, Denise. L’Inquiétud du discours. Paris: Cendres, 1977. p. 245-260.] Disponível em: Acesso em: 25 fev. 2015.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 4. ed. Campinas: Editora da Unicamp: 2009.

PÊCHEUX, Michel. Ler o arquivo hoje. In: ORLANDI, Eni Puccinelli. Gestos de leitura: da história no discurso. 3. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2010. p. 49-59.

RECHIA, Aristilda. Santa Maria: panorama histórico-cultural. Santa Maria: Associação Santa-mariense de Letras, 1999.

SANTA MARIA. RS. Lei no 3568 de 16 de dezembro de 1992. Dispõe sobre o Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria. Arquivo da Câmara de Vereadores de Santa Maria. Disponível em: Acesso em: 30 ago. 2013.

SCHIRMER, Eneida Izabel et al. Registros de batismo (1814-1822): contribuição à história social de Santa Maria. Porto Alegre: Evangraf, 2005.

VIVAR, Jorge Eduardo Enríquez; SILVA, Rosani Beatriz da; KONRAD, Gláucia Vieira Ramos (Org.). Guia do Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria. Santa Maria: Editora da UFSM, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)