Análise discursiva da imagem de Eduardo Campos nas propagandas político-partidárias de 2013

Vanessa Amin

Resumo


Neste trabalho, investigamos a construção da imagem discursiva do então presidente do Partido Socialista Brasileiro, Eduardo Campos, em duas propagandas político-partidárias que circularam na televisão no ano de 2013. Para tanto, nos valemos do arcabouço teórico da Análise do Discurso, desenvolvendo um processo analítico que considera linguagem verbal e não verbal de forma não dissociada e, em cujas análises, articulamos noções da AD, em especial a noção de éthos. No corpus em questão, percebemos que a imagem de Campos é construída por meio da articulação de estratégias que colaboram para o estabelecimento de diversos ethé discursivos – político sério, competente, humano, solidário, corajoso. Esses ethé se conjugam em torno do objetivo de tentar conquistar a confiança e a credibilidade do público. 


Palavras-chave


imagem discursiva; propagandas político-partidárias; análise do discurso; éthos.

Texto completo:

PDF

Referências


AMOSSY, R. Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2008. 205 p.

AUTHIER-REVUZ, J. Heterogeneidade enunciativa. Cadernos de Estudos Linguísticos. Campinas: UNICAMP – IEL, v. 19, p. 25-42, jul./dez. 1990.

AUTHIER-REVUZ, J. Palavras incertas – As não-coincidências do dizer. Campinas: Editora da UNICAMP, 1998. 200 p.

CHARAUDEAU, P. O discurso das mídias. São Paulo: Contexto, 2006. 290 p.

AUTHIER-REVUZ, J. Discurso Político. São Paulo: Contexto, 2008. 328 p.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005. 236 p.

MAINGUENEAU, D. Novas tendências em análise do discurso. 3. ed. Campinas: Pontes, 1997. 198 p.

MAINGUENEAU, D. Cenas da Enunciação. POSSENTI, S. et al. (orgs.). Curitiba: Criar, 2006. 181 p.

MAINGUENEAU, D. A propósito do ethos. In: MOTTA, A. et al. (orgs.). Ethos Discursivo. São Paulo: Contexto, 2008. p. 11-29.

MALDIDIER, D. A inquietação do discurso: (re) ler Michel Pêcheux hoje. Campinas: Pontes, 2003. 110 p.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. São Paulo: UNICAMP, 1988. 317 p.

PÊCHEUX, M. Análise Automática do Discurso. In: HAK, T. et al. (orgs.). Por uma Análise Automática do Discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: UNICAMP, 1990. p. 61-87.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v45i3.579

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)