Sobre o que cantam os índios agora: uma análise semântico-enunciativa da canção Koangagua, do grupo Brô Mc’sO GRUPO BRÔ MC’S

Paulo Henrique Pereira Silva de Felipe, Angel Humberto Corbera Mori

Resumo


Nosso objetivo neste trabalho é analisar, do ponto de vista da Semântica da Enunciação, a canção Koangagua, do grupo de rap indígena Brô MC’s, a fim de evidenciar, dentre outros aspectos, o jogo que se articula entre as línguas, enquanto órgãos políticos, no espaço enunciativo e as marcas linguísticas da presença do enunciador neste espaço de enunciação. Mobilizaremos, para a análise desta canção, as noções de espaço e cena da enunciação, temporalidade e as figuras enunciativas, como propostas em Guimarães (2014, 2013, 2010, 2007, 2003, 2002, 1989).

Palavras-chave


Rap Indígena. Semântica da Enunciação. Brô MC’s.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21165/gel.v16i3.2758

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.